Cree en grande.
CONMEBOL

Sul-Americano Sub 20: Uruguai x Argentina, o clássico rioplatense define o título

Sul-Americano Sub 20: Uruguai x Argentina, o clássico rioplatense define o título

Por essas coincidências que acontecem no futebol, o calendário do hexagonal final do Sul-Americano Sub 20 marcou para a última data o clássico rioplatense entre Uruguai e Argentina que será, como consequência dos resultados das datas anteriores, a final do torneio.

Argentina, com 10 pontos, chega com vantagem numérica e o empate bastará para ser campeã enquanto que Uruguai, com 8 pontos, somente o triunfo servirá.

Celestes e alvicelestes foram as equipes de maior regularidade de um torneio que, faltando esta última data, já confirmou também as classificações do Brasil e Colômbia ao mundial de Nova Zelândia 2015 ficando por decidir os lugares para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. O campeão irá de maneira direta ao Rio e o segundo irá a uma repescagem com um representante da CONCACAF. Brasil, como país organizador dos Jogos, não ocupa nenhum destes lugares.

Estatísticas:

Argentina x Uruguai

O Uruguai foi o obstáculo mais importante para a Argentina no torneio Juventude da América, já que só pôde ganhar 3 dos 22 jogos que disputaram. Os 19 restantes foram 8 vitórias dos “celestes” e 11 empates.

Só no décimo enfrentamento a Argentina pôde vencer: foi em 8 de fevereiro de 1987 pela última data da Rodada Final por 4-2 (Hugo Maradona, Russo, Airez, Umpiérrez com gol contra – Laje, Hernández).

As outras vitórias foram 1-0 em 2007 (Acosta) e 2-1 em 2011 (Hoyos, Iturbe – Polenta). Entre as edições 1991 e 2007, Uruguai se manteve invicto em 8 jogos.   

 

Paraguai x Peru

Na primeira hora na tripla jornada se enfrentarão Paraguai e Peru, as duas seleções que ficaram fora de toda a possibilidade de ir ao mundial e aos Jogos Olímpicos. Ambos disputarão os Jogos Panamericanos de Toronto 2015 assim como o terceiro e quarto colocados.

Estatísticas:

Paraguai x Peru

A seleção do Paraguai está invicta ante Peru na história do torneio Juventude da América, onde conseguiu 11 vitórias e os restantes 4 encontros foram empates.

As únicas ocasiones donde o Peru não perdeu foram: 1954 (2-2), 2001 (1-1), 2013 (1-1) e 2015 (1-1). Entre as edições 1964 e 1999, Paraguai fez 10 triunfos de forma consecutiva.

A máxima goleada do histórico ocorreu duas vezes por 3 gols de diferença. Em 1985 por 3-0 e em1991 por 5-2.

 

Brasil – Colômbia

Com ambas as equipes já classificadas para o mundial, o duelo na segunda hora entre Brasil e Colômbia adquire maior importância para os cafeteiros que ainda mantêm intacta a possibilidade matemática de terminar o torneio no segundo lugar com a qual teriam direito a repescagem contra um representante da CONCACAF para os Jogos Olímpicos do Rio 2016.

A chance da Colômbia, que tem 6 pontos, está em ganhar do Brasil (que tem 7 e, além disso, como organizador já está classificado para os Jogos Olímpicos e por isso não ocupa lugar) e esperar que Argentina derrote Uruguai. Assim ficaria Argentina como campeã com 13, segundo Colômbia com 9 e terceiro Uruguai com 8.

Estatísticas:

Brasil x Colômbia

Superioridade do Brasil nos 22 jogos disputados, com 16 vitórias (43 gols a favor e 15 contra), 3 derrotas e 3 empates.

As únicas vezes que a Colômbia ganhou foram 2-1 (1979), 1-0 (1988) e 1-0 (2005). Os três empates que registram no torneio Juventude da América foram pelo mesmo resultado: 0-0.

Brasil leva 5 êxitos em forma consecutiva e dos últimos 12 jogos ganhou todos, exceto o disputado na edição 2005, onde caiu por 1-0 com gol de Hugo Rodallega.

conmebol.com

Design: DD/conmebol.com

Estatísticas: Eduardo Bolaños/conmebol.com