Cree en grande.
CONMEBOL

Copa Sul-Americana: Santa Fe e Huracán na hora da verdade

Copa Sul-Americana: Santa Fe e Huracán na hora da verdade

Independiente Santa Fe da Colômbia e Huracán da Argentina definem a Copa Sul-Americana nesta quarta-feira em Bogotá.

No jogo de ida, em Buenos Aires, empataram 0 a 0.

 Veja as estatísticas de cada time:

 

Santa Fe x Huracán

O único antecedente internacional oficial que registram é o cotejo de ida disputado em Buenos Aires na quarta-feira passada que terminou 0-0.

Santa Fe

Excelente trajetória como local em Copa Sul-Americana sobre 12 partidas (7 – 4 – 1), onde marcou 18 gols e apenas recebeu 6.

Leva três sem perder nessa condição. A última derrota (que é a única) ocorreu em 16 de setembro ante Nacional de Montevidéu por 1-0, mas Santa Fe avançou porque havia ganhado na ida 2-0.

Também é bom seu rendimento como local em toda sua história por certames Conmebol, onde disputou 53 partidas, com recorde 31 – 15 – 7. Dos últimos 30 cotejos nessa condição só perdeu 2: o citado contra o Nacional e Atlético Mineiro 1-0 pela Copa Libertadores deste ano.

Em torneios Conmebol recebeu equipes argentinas em 9 oportunidades (3 – 4 – 2). Leva 5 sem perder, já que o último que o venceu foi o Independiente pela Copa Libertadores de 1972 por 4-2 (Víctor Campaz, José Cruz – Agustín Balbuena 2, Alejandro Semenewicz, Dante Mírcoli)

Huracán

Está invicto nas quatro partidas disputadas como visitante pela Copa Sul-Americana (todos nesta edição).

Tigre 5-2 (Lucas Wilchez, Carlos Luna – Mauro Bogado, Ramón Ábila, Cristian Espinoza 3)

Sport Recife 1-1 (André – Mauro Bogado)

Defensor Sporting 0-0

River Plate 1-0 (Cristian Espinoza)

É nivelado o seu rendimento atuando como visitante através da história em torneios Conmebol (6 – 5 – 4). Dos últimos 10 nessa condição apenas perdeu 2: Peñarol 1-0 (Copa Conmebol 1993) y Mineros 3-0 (Copa Libertadores 2015)

Pela primeira vez se apresentará na Colômbia por certames Conmebol.

Os times argentinos jogaram na Colômbia por torneios Conmebol em 90 ocasiões, com 22 vitórias, 26 empates e 42 derrotas. Das últimas 15, só puderam ganhar duas e ambas por meio do Vélez Sarsfield: Atlético Nacional 1-0 (Copa Libertadores 2012) y La Equidad 2-1 (Copa Sudamericana 2013)

Árbitro – Heber Lopes

Será seu jogo número 69 em competições Conmebol.

Debutou em 3 de setembro de 2003: Flamengo 0 – Santos 3 (Copa Sudamericana)

Na Copa Sudamericana tem 26 presenças e esteve presente em todas as edições menos a primeira. Na atual teve um cotejo ao seu cargo: Independiente 1 – Olimpia 0

Nunca dirigiu de forma oficial o Huracán e em três ocasiões dirigiu o Santa Fe (todas como visitante e pela Copa Libertadores): Defensor Sporting 2-2 (2006), Estudiantes 0-1 (2006) e Olimpia 0-2 (2013)

Eduardo Bolaños/conmebol.com

Design: DD/conmebol.com