Cree en grande.
CONMEBOL

3ª edição da Copa Libertadores Sub-20 com grande expectativa

3ª edição da Copa Libertadores Sub-20 com grande expectativa

Já falta pouco. A partir de 30 de janeiro, no Paraguai, as jovens promessas do continente terão uma nova possibilidade de mostrar suas habilidades e talento. Nessa data começará a terceira edição da Copa Libertadores Sub-20, uma das melhores maneiras de ir observando os futuros craques da região.

Cada um dos dez países terá um representante, com a exceção da Argentina e Paraguai que alistarão dois. O primeiro, porque a essa Associação pertence o campeão defensor (River Plate) e o segundo por ser o organizador.

Lista completa dos participantes:

River Plate y Lanús (Argentina)

Bolívar (Bolívia)

Sao Paulo (Brasil)

Huachipato (Chile)

Cortuluá (Colômbia)

Independiente del Valle (Equador)

Cerro Porteño e Libertad (Paraguai)

Melgar (Peru)

Liverpool (Uruguai)

Deportivo La Guaira (Venezuela)

Os 12 conjuntos foram divididos em três zonas de quatro times cada uma. Avança às semifinais o vencedor de cada grupo e o melhor dos segundos colocados.

Grupo A:

Cerro Porteño, Bolívar, Lanús e Liverpool.

Grupo B:

Libertad, Melgar, Independiente del Valle e São Paulo

Grupo C:

River Plate, Deportivo La Guaira, Huachipato e Cortuluá.

É bom fazer também um pouco de história. As duas primeiras edições tiveram lugar no Peru. Em 2011 o campeão foi o local Universitario que se consagrou nos pênaltis ante o Boca Juniors (4-2), trás ter igualado 1-1. Porém tão festejada quanto a final  foi a semifinal onde venceu nada menos que Alianza Lima, também nos pênaltis. Como melhor jogador resultou eleito Edison Flores do time vencedor, enquanto que os goleadores foram Cristofer Soto (Alianza Lima) e Sergio Unrein (Boca Juniors) com 4 conquistas cada.

Um ano mais tarde, a glória foi para o River Plate. No cotejo decisivo venceu o Defensor Sporting 1-0 com gol de Augusto Solari. O prêmio ao melhor da competição recaiu no equatoriano Juan Cazares (pertencente ao campeão) e o máximo artilheiro foi Rodrigo Gattas do Unión Española com 6 gols.

A mesa está a ponto de servir para degustar as estrelas do futuro próximo. Estão todos convidados.

 

 

 

Eduardo Bolaños/conmebol.com

Design:DD