Cree en grande.
CONMEBOL

Alejandro Domínguez: "Temos a CONMEBOL dos recordes"

×

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: und em eval() (linha 1 de /data/www.conmebol.com/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_argument_default_php.inc(66) : eval()'d code).
Alejandro Domínguez: "Temos a CONMEBOL dos recordes"

“Olhando nos olhos de vocês e com muito orgulho, posso dizer-lhes que nesta nova administração da rainha da transparência”, afirmou primeiramente o presidente da CONMEBOL, Alejandro Domínguez, em sua fala durante o 70 Congresso da Confederação Sul-Americana de Futebol, realizado nesta quarta-feira, 10 de abril no Rio de Janeiro.

“Companheiros do conselho, quero agradecer pelo voto de confiança dado ao trabalho do futebol na América do Sul, e devolvê-lo ao pedestal de glória, ao caminho do triunfo e das conquistas. Neste novo período começará a CONMEBOL dos recordes”, enfatizou o presidente Domínguez durante seu discurso de boas-vindas do Congresso, do qual formou parte o presidente da FIFA, Gianni Infantino.

“Quero convidar-lhes a refletir juntos. Recordar de onde viemos e comemorar aonde estamos. Encontramo-nos com uma organização que havia esquecido sua razão de ser, que tinha o dinheiro como objetivo. Dessas cinzas, trabalhando nos 4 eixos, gerando mais valor para futebol”, destacou o presidente Domínguez, no momento de agradecer “a coragem daqueles presidentes para assumir o desafio de devolver ao futebol da América do Sul ao pedestal que ele merece”.

O presidente Domínguez recordou que em 2016 assumiu com conhecimento de causa, onde “tivemos que enfrentar muitas máfias que governavam o futebol e que ainda querem voltar a fazê-lo”.

“Em 2018 pudemos dizer que mudamos a história, quando em 2018, terminou um período que começou com outra visão administrativa e terminou com a nossa, com marcadíssimas diferenças, numa marcação cerrada. Queridos amigos, hoje posso dizer, que temos uma organização onde reina a transparência”, ressaltou o presidente da CONMEBOL.

-CONMEBOL dos recordes-

“Nesses três anos, de 70 milhões de dólares de ingresso, com orgulho posso dizer que a CONMEBOL vai passar dos 500 milhões de dólares de arrecadação”, informou o presidente Domínguez e afirmou que 94% desse dinheiro será novamente investido no futebol da América do Sul.

“Quero lhes dizer que são 470 milhões de dólares que esta gestão vai destinar ao futebol. Isso nos faz a Confederação que distribui percentualmente mais dinheiro no mundo, por país. Não somos a confederação mais geradora de dinheiro, mas a que mais o destina percentualmente por país, no mundo”, afirmou.

Também destacou as conquistas quanto a quantidade de público nos estádios, quanto a quantidade de telespectadores que, por exemplo, assistem a final da CONMEBOL Libertadores 2018 de Madrid entre Boca Juniors e River Plate.

Adiantou que as vagas para as seletivas da CONMEBOL para a Copa do Mundo aumentarão a 6,5, a partir do novo formato com 48 seleções participantes.

O presidente Domínguez colocou que 15 milhões de dólares serão destinados ao desenvolvimento do futebol.  

“Isso significa que neste período estaremos investindo no desenvolvimento do futebol uns 60 milhões de dólares, graças ao programa Evolução, que receberá mais de 100 mil meninos e meninas para competir em campeonatos, motivando-os a jogar futebol”, informou.

Foi colocado em destaque o aumento dos prêmios nos torneios mais importantes da CONMEBOL (Libertadores, Sul-Americana e Copa América).

“Os prêmios foram triplicados. A partir deste ano entregamos 211 milhões, antes se entregava 70 milhões de dólares”, ponderou ele.

Por último, pediu aos presentes para levantar a bola com orgulho. “Porque a bola está agora em seu campo, devolvamos à América do Sul, a glória, o pedestal, e conquistemos novas copas, como o continente que tem o melhor futebol do mundo”.  

No final do Congresso, o presidente Domínguez compareceu a uma conferência de imprensa.

 

 

 

CONMEBOL.com