Cree en grande.
CONMEBOL

Brasil conquista 7º título de campeão da Copa América Feminina

Brasil conquista 7º título de campeão da Copa América Feminina

Brasil goleou a Colômbia por 3-0 neste domingo e foi coroado campeão da Copa América Feminina 2018, na partida realizada na cidade de La Serena, no norte do Chile, alcançando o seu sétimo título continental e se classificou para a Copa do Mundo da França-2019 e os Jogos Olímpicos Tóquio-2020.

As brasileiras finalizaram sua brilhante participação de forma impecável ao ganhar no último jogo do torneio graças aos gols de cabeça de Mónica duas vezes (29 e 71 minutos) e Formiga, aos 47', acrescentando nove pontos depois de vencer os três jogos do quadrangular final que definiu o campeão.

O resultado confirmou o título que as atletas brasileiras já tinham comemorado antes de entrar no campo, porque na primeira fase a Argentina, que ficou no segundo lugar e forçada em vencer o Chile, acabou perdendo por 4-0.

A vitória evitou que a Albiceleste alcançasse a Verdeamarela que agora se torna uma das favoritas para disputar a Copa do Mundo na França e a medalha de ouro em Tóquio 2020.

Desta forma, a equipe da mítica Marta, conquistou sua sétima Copa América desde que começou a jogar este torneio em 1991 e confirma o seu pleno domínio continental com seus sete dos oito campeonatos disputados.

"Viemos aqui para fazer uma grande competição, não só vencer, eu sinto que estamos fazendo progressos, vamos daqui com a consciência tranquila", expressou Marta, a estrela brasileira que comandou a equipe ao novo título.

O Quadrangular Final da Copa América foi disputado no Estádio La Portada de La Serena, onde mais de 12.000 pessoas lotaram as arquibancadas durante os três dias de jogos.

Brasil alcança seu sétimo título de campeón da #CopaAméricaFeminina!
pic.twitter.com/4VkLHb37zx

— CONMEBOL.com (@CONMEBOL) 22 de abril de 2018

- A surpresa -

Por sua parte, o Chile com poucas probabilidades conseguiu uma vitória ante a Albiceleste e coloca um pé no Mundial da França e vai jogar a repesca para Tóquio-2020 contra uma equipe africana.

As chilenas, obrigadas a ganhar para ter chance de entrar ao Mundial ou nos Jogos Olímpicos, não tiveram medo da pressão e aos sete minutos conseguiram a vantagem graças a cabeçada de Camila Saez após uma cobrança de escanteio.

Aos 23', Maryorie Hernández aproveitou os erros da defesa argentina para marcar o segundo gol, enquanto que Agustina Barroso marcou contra aos 40'. O placar fechou 90 + 1' com Francisca Lara através de um potente remate fazendo vibrar mais de 12.000 fãs que vieram apoiar "La Roja".

Enquanto isso, a Argentina fecha um torneio discreto em que aspirava a mais, já que ao lado da Colômbia foram as equipes que tinham como poderoso oponente a Seleção do Brasil.

A Argentina é a única equipe que tirou do Brasil um título de Copa América, ao vencer a final em 2006.

FINAL! Chile 4-0 Argentina #CopaAméricaFeminina pic.twitter.com/zHtYkUxjFb

— CONMEBOL.com (@CONMEBOL) 22 de abril de 2018

 

 

AFP

CONMEBOL.com