Cree en grande.
CONMEBOL

Brasil conquista a CONMEBOL Liga Sul-Americana de Futebol de Praia - Zona Norte

×

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: und em eval() (linha 1 de /data/www.conmebol.com/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_argument_default_php.inc(66) : eval()'d code).
Brasil conquista a CONMEBOL Liga Sul-Americana de Futebol de Praia - Zona Norte

O Brasil consagrou-se ganhador da CONMEBOL Liga Sul-Americana de Futebol de Praia da Zona Norte, primeiro torneio mundial que introduziu no futebol de areia a categoria sub-20.

Os brasileiros alcançaram uma pontuação perfeita em suas correspondentes categorias (Sub-20 e adultas).

O troféu de ganhador da Zona foi entregue por Teófilo Cubillas, lenda sul-americana e embaixador da FIFA, acompanhado também pelo Presidente da Federação Peruana de Futebol, Edwin Oviedo.

Brasil chegou ao torneio com toda sua artilharia e, desde o primeiro dia de competição demonstraram que não se conformariam com pouco. Foi assim que foi deixando para trás seus adversários. Começou com Colômbia, logo Equador, na quarta data a Venezuela e por último o Peru.

O encontro teve boa presença de público que chegou até a praia Agua Dulce para apoiar apesar da baixa temperatura que persistiu durante a semana de competição. O calor do fiel público não bastou para os locais que na categoria sub-20 caíram por 8-3.

A seleção Sub-20 brasileira conquistou os pontos com os gols convertidos por Paulo Saldanha, Lucas Bezerra (x2), Rai Rodrigues (x2), Savio de Moura, Rodrigo Correa e Pedro Henrique.

Para o Peru, uma seleção que sem dúvida fica com muita experiência e aprendizagem trás este torneio, fez os tantos através de Oscar Alarcón, Luis Mori e Víctor Carpio.

Os árbitros da partida foram Neker Balabarca, Wilfredo Huatuco, Kelyn Cabrera. Cronometrador: José Tipian.

A partida final foi das seleções adultas. Brasil que tinha em suas filas a suas estrelas que conquistaram a Copa Mundial de Futebol de Praia – Bahamas 2017, se desquitou na última parte do jogo. Peru não deu corda ante a canarinha e fez vibrar sua incondicional torcida. Porém o Brasil não desaproveitou as chances e o encontro terminou em 6-2.

Yomar Pérez (contra), Bruno Da Silva (x2), Lucas Rigotti e José Da Cruz (x2) foram os autores de gols que o fizeram merecedor do título de ganhador da Zona Norte. Os gols locais foram de Billyvardo Velezmoro e Socrates Vidal.

Os árbitros da partida foram Micke Palomino, Marcos Escobar e José Tipian. Cronometrador: Kelyn Cabrera.

Sub-20: Equador 3 – Colômbia 2

Antes a seleção da Colômbia e Equador Sub-20 e a seleção adulta amenizaram a jornada com o futebol na arena.

Equador Sub-20 foi contundente frente a Colômbia e liquidou a partida com um gol de diferença 3-2. Equador, por meio de Kevin Delgado, Michael Loor e Isaac Ponce deram o triunfo para a tricolor. Maykol Hidalgo e Miguel Parra foram os autores dos tantos colombianos.

Os árbitros da partida foram Carlos Canales, Mioler Palomino, José Ángeles e José Tipian.

Seleção Adulta: Equador 4 – Colômbia 3

Por sua vez, as seleções adultas do Equador e da Colômbia se encontraram às 11:00 horas.  A partida foi parelha durante os três tempos em 3-3. Só nos três minutos adicionais como tempo extraordinário os equatorianos puderam dar o golpe de graça.

Os gols do Equador foram executados por Jofre Delgado, Luther Cedeño e Jorge Bailón, enquanto que os três tantos da Colômbia foram obra de Edgardo Pardo, Omar Ortega e Wilson Córdoba. O gol que selou o triunfo foi de Daniel Cedeño.

Com os dois triunfos do Ecuador, tanto da categoria Sub-20 como a adulta, a Tricolor ficou no segundo lugar da tabela geral com 14 pontos. Já a Colômbia não somou pontos.

Os árbitros foram: Gerson Ceron, José Angeles, José Tipian. Cronometrador: Kelyn Cabrera.

 

Cabe recordar que de 19 a 23 de setembro se disputará a CONMEBOL Liga Sul-Americana de Futebol de Praia – Zona Sul no Court Central do Yacth y Golf Club Paraguayo. O ganhador desta zona disputará o título de campeão com o Brasil, ganhador da Zona Norte e terá o título do 1º Campeão deste evento.

O certame, que é organizado pela CONMEBOL através de sua Direção de Desenvolvimento, no marco do Programa Evolução, tem como fim o desenvolvimento do futebol de praia, motivar os países e fortalecer todas as seleções, sempre em constante busca de promover o esporte rei.

Um projeto ambicioso que busca alentar jovens talentos que necessitam destes torneios profissionais para desenvolver ao máximo sua capacidade e demonstrar seu potencial, porque a Nova CONMEBOL, ACREDITA SEMPRE.

 

 

 

 

CONMEBOL.com

Fotos: Jorge Ramírez