Cree en grande.
CONMEBOL

Chile bate Islândia e é campeão da China Cup

×

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: und em eval() (linha 1 de /data/www.conmebol.com/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_argument_default_php.inc(66) : eval()'d code).
Chile bate Islândia e é campeão da China Cup

A seleção chilena, vigente bicampeã da América, somou um novo troféu em suas vitrines ao conquistar a China Cup, um amistoso que em cujo final derrotou a Islândia por 1-0 neste domingo no Guagxi Sports Centre de Nanning.

O único gol do jogo chegou no minuto 18, obra do atacante do Huachipato, Ángelo Sagal, com um remate picado de cabeça de Oscar Opazo, terminando assim uma jogada elaborada.

Os homens dirigidos por Juan Antonio Pizzi tinham vencido a Croácia nos pênaltis na semifinal, enquanto a Islândia tinha ganhado da anfitriã China na antessala da final.

Minutos antes do gol, Leonardo Valencia protagonizou o primeiro perigo, mas seu remate com a canhota acabou desviada.

Novamente Valencia testou o goleiro 'viking' Ogmundur Kristinsson com um lançamento de falta de fora da área (25').

Chile não sofreu no segundo tempo para conservar o resultado ante uma seleção que baseou seu jogo na potência física de seus homess.

- Dois de dois para Pizzi -

Islândia teve sua melhor chance aos 12 minutos do final, mas o remate de cabeça franco de Kjartan Henry Finnbogason não encontrou o arco, ainda que o Chile pôde encerrar a partida a dois minutos do final por meio de Eduardo Vargas, mas seu disparo com a direita se deparou com com uma grande resposta do goleiro.

O atacante do Hoffenheim alemão foi designado melhor jogador da final.

"Para nós ganharmos este torneio es muy importante. Começamos muito bem 2017 e esperamos seguir assim", declarou Vargas.

Pese a ausência de estrelas como Alexis Sánchez ou Arturo Vidal, Juan Antonio Pizzi se propôs a aproveitar desta China Cup para dar minutos a jovens talentos, pensando na reta final das eliminatórias mundialistas, onde o Chile continuará em março com dois importantes duelos frente Argentina e Venezuela.

Pizzi somou assim seu segundo título em menos de um ano desde que tomasse as rédeas do time chileno em 5 de fevereiro do ano passado, logo de conquistar a Copa América Centenário, sendo o técnico mais laureado da 'Roja'.

Ademais, este ano 'La Roja' disputará a Copa Confederações (17 de junho-2 julho) na qualidade de campeã da Copa América, uma nova chance para conquistar um título.

 

 

 

AFP