Cree en grande.
CONMEBOL

Chile começa participação na Copa das Confederações com pé direito

Chile começa participação na Copa das Confederações com pé direito

Chile, campeão sul-americano, triunfou por 2-0 em sua estreia na Copa das Confederações, neste domingo contra Camarões no Estádio Spartak de Moscou, com dois gols nos últimos dez minutos.

La Roja dominou e teve mais chances de gol, mas não pôde romper o jogo até a saída ao campo de Alexis Sánchez na segunda parte, que foi protagonista dos dois gols, marcados por Arturo Vidal (81') e Eduardo Vargas (90+1).

A partida respondeu ao programado: Chile tomou conta da bola (65%), meteu intensidade na recuperação e teve mais chances de gol mas não acertava nos metros finais, enquanto Camarões se defendia em ordem e buscava contra-ataques.

Na última ação da primeira parte do jogo, a Roja abriu o placar com um tanto de Vargas, mas quando os chilenos levavam um minuto celebrando o gol, o juiz anulou pelas instâncias do assistente de vídeo (VAR) por posição adiantada do atacante do Tigres mexicano.

Na segunda parte, quando parecia que Camarões dava um passo à frente em busca da vitória, chegou o primeiro tanto chileno, com passe de Alexis Sánchez, que chegava a poucos minutos no jogo, em que Vidal cabeceou (81) direto na rede.

Alexis, recuperando de um esguince, novamente foi protagonista no segundo tanto, com uma jogada individual e um disparo que pegou um defesa, mas Vargas esteve atento para selar a sentença (90+1).

Ficha técnica da partida:

Estádio: Otkrytie Arena (Moscou)

Público: 33.492

Árbitro: Damir Skomina (Eslovênia)

Gols:

Chile: Vidal (81), Vargas (90+1)

Admoestações:

Chile: Jara (66)

Formações:

Camarões: Fabrice Ondoa - Ernest Mabouka Massoussi, Michael Ngadeu-Ngadjui, Adolphe Teikeu, Collins Fai - Sebastien Siani (Moumi Ngamaleu 86), Andre Zambo Anguissa (Georges Mandjeck 89), Arnaud Sutchuin - Christian Bassogog, Vincent Aboubakar, Benjamin Moukandjo Bile (cap). DT: Hugo Broos.

Chile: Johnny Herrera - Mauricio Isla, Gary Medel (cap), Gonzalo Jara, Jean Beausejour - Arturo Vidal, Marcelo Díaz, Charles Aránguiz (Francisco Silva 71) - Jose Fuenzalida (Leonardo Valencia 64), Eduardo Vargas, Edson Puch (Alexis Sánchez 58). DT: Juan Antonio Pizzi.

 

 

AFP