Cree en grande.
CONMEBOL

Chuva de gols e pôquer de Deyna no Grupo B

Chuva de gols e pôquer de Deyna no Grupo B

As seleções da Argentina e da Venezuela golearam, nesta segunda-feira na cidade de Coquimbo, seus pares do Equador e da Bolívia, respectivamente, pelo Grupo B da Copa América Feminina, em uma jornada onde, mais uma vez, a estrela vinhotinto Deyna Castellanos deslumbrou com um pôquer.

As meninas da Vinhotinto conseguiram a maior goleada de uma seleção venezuelana adulta, graças aos gols da demolidora atacante Deyna Castellanos, que abriu o placar aos 23' depois de receber na área boliviana, praticamente sozinha, para definir sem nenhuma oposição.    

Castellanos repetiu aos 49', 56' e 90 + 4', este último de pênalti, com o qual encerrou seu pôquer na partida jogada no Estádio Francisco Sánchez Rumoroso de Coquimbo (norte).

Contribuíram para a goleada vinhotinto Ysaura Viso, com três gols aos 63', 65' e 89', e Oriana Altuve, aos 70'.

Na Bolívia, Ericka Morales foi expulsa aos 77 minutos.

Na segunda hora, a Argentina mostrou equilíbrio diante do Equador para derrotá-lo por 6-3. O time albiceleste começou de forma contundente com os gols de Estefanía Banini (2'), Mariana Larroquette (7') e Linda Bravo (10').

O Equador acordou apenas aos 20 minutos, com o gol de Erika Vásquez e Ingrid Rodríguez (38') colocando incerteza no jogo.

Mas a Argentina respondeu imediatamente ao 41' com Soledad Jaimes e novamente Banini (45'), através de um pênalti que não existiu, mas que cobrou a árbitra colombiana, Maria Victoria Daza, que também expulsou a equatoriana Rodríguez.

Na segunda etapa, o Equador se aproximou com o gol de Suany Fajardo (77'), mas a Argentina fechou o placar com o sexto gol, feito por Florencia Bonsegundo (85').

O Equador encerrou sua jornada com a expulsão de Justine Cuadra (86').

A Venezuela e a Argentina acrescentaram seis unidades, assim como o Brasil - que não jogou nesta jornada -, enquanto a Bolívia e o Equador não têm unidades.

O Grupo B continuará em Coquimbo na quarta-feira com os jogos Equador x Bolívia e Brasil x Venezuela. A Argentina ficará livre.

A Copa América Feminina vai continuar nesta terça-feira com partidas do grupo A: Colômbia x Peru e Chile x Uruguai.

Esta competição classifica as duas seleções finalistas para a Copa do Mundo da França-2019 e outorga um ingresso para a repescagem.

As finalistas serão premiadas com a classificação para o futebol olímpico de Tóquio-2020, enquanto as quatro equipes que disputem a fase final se classificarão para os Jogos Pan-Americanos de Lima-2019.

 

 

 

AFP