Cree en grande.
CONMEBOL

Conmebol anuncia critérios de classificação para edições 2017 de Copas Libertadores e Sul-Americana

×

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: und em eval() (linha 1 de /data/www.conmebol.com/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_argument_default_php.inc(66) : eval()'d code).
Conmebol anuncia critérios de classificação para edições 2017 de Copas Libertadores e Sul-Americana

Luque.  Como parte do processo de renovação integral da Copa Libertadores e Copa Sul-Americana que está em curso, cujo objetivo é melhorar a qualidade das competições continentais para potenciar o futebol sul-americano, a Confederação Sul-Americana de Futebol informa os critérios de classificação transicionais que serão aplicados em 2017, ano de ajuste do novo formato de seus torneios, definido em conjunto com as Associações Membro.

“Nos últimos meses temos trabalhado com consultores especializados e com cada associação na construção de uma estratégia integral para promover o desenvolvimento e a competitividade do futebol sul-americano Dois elementos essenciais de estratégia são a harmonização dos calendários continentais e nacionais, e a determinação de critérios de classificação continentais, por mérito esportivo, de acordo com a respectiva identididade de cada um dos torneios de clubes da CONMEBOL”, explicou Alejandro Domínguez, Presidente da Confederação.

“Estas mudanças são produto de um estudo técnico e profissional, com uma visão a longo prazo e enfocada na América do Sul, cujo propósito é superar os próprios desafios do nosso ambiente e potenciar nossas fortalezas. Futuramente, temos a certeza de que estas melhorias propiciarão um grande salto de qualidade, tanto no plano esportivo quanto nos estândares de infraestrutura, organização de eventos e televisação em todo o continente, gerando benefícios para os clubes, técnicos e jogadores que põem o futebol, os sócios comerciais que o auspiciam e, certamente, os torcedores e fãs que com sua paixão e entusiasmo fazem tudo ser possível", acrescentou Domínguez.

Dentro do plano de implementação, 2017 será um ano de ajuste em que se aplicarão os seguintes critérios de classificação transicionais que equilibram (i) a necessidade de migrar rumo ao novo formato a partir de 2017 e (ii) os calendários e formatos de competições que atualmente estão em curso em cada país”:

 

PAÍS

COPA LIBERTADORES

COPA SUL-AMERICANA

Argentina

Seis (6) vagas designadas da seguinte forma:

  • Campeão Primeira Divisão 2016;
  • Vice-campeão Primeira Divisão 2016;
  • Ganhador entre 3° e 4° de Primeira Divisão 2016;
  • Perdedor entre 3° e 4° de Primeira Divisão 2016;
  • Campeão Copa Argentina 2016;
  • 5° posto de Primeira Divisão 2016.

Seis (6) vagas designadas assim:

  • Seguintes 6 postos do Torneio de Primeira Divisão 2016 que não estejam classificados para a Copa Libertadores 2017.

 

Bolívia

Tres (3) vagas designadas da seguinte forma:

  • Campeão Abertura 2015/16;
  • Campeão Clausura 2015/16;
  • Melhor pontuação na tabela acumulada 2015/16.

Quatro (4) vagas designadas assim:

  • Seguintes 4 melhores postos na tabela acumulada 2015/16 que não estejam classificados para a Copa Libertadores 2017.

Brasil

Sete (7) vagas designadas da seguinte forma:

  • Campeão Brasileiro 2016;
  • Campeão Copa do Brasil 2016;
  • Vice-campeão Brasileiro 2016;
  • 3° posto Brasileiro 2016;
  • 4º, 5º e 6º posto Brasileiro 2016;

Seis (6) vagas designadas assim:

  • Seguintes 6 melhores equipes do Brasileiro 2016 que não estejam classificadas para a Copa Libertadores 2017.

Chile

Quatro (4) vagas designadas da seguinte forma:

  • Campeão Clausura 2015/16;
  • Campeão Apertura 2016/17;
  • Campeão Copa Chile 2016;
  • Ganhador do jogo entre o vice-campeão Clausura 2015/16 e vice-campeão do Abertura 2016/17.

Quatro (4) vagas designadas assim:

  • Perdedor da partida entre o vice-campeão do Clausura 2015/16 e o vice-campeão do Abertura 2016/17;
  • Seguintes dois melhores postos do Abertura 2016/17 que não estejam classificados a Copa Libertadores 2017;
  • Melhor posto Copa Chile 2016 que não esteja classificado para a Copa Libertadores 2017.

Colombia

Quatro (4) vagas designadas da seguinte forma:

  • Campeão Torneio Abertura 2016;
  • Campeão Torneio Finalización 2016;
  • Melhor pontuação da Tabela de Reclassificação 2016 não campeão;
  • Seguinte melhor pontuação da Tabela de Reclassificação 2016 não campeão.

Quatro (4) vagas designadas assim:

  • Campeão Copa Colômbia 2016;
  • Seguintes 3 melhores pontuações acumuladas da Tabela de Reclassificação 2016 que não estejam classificadas na Copa Libertadores 2017.

Equador

Três (3) vagas designadas da seguinte forma:

  • Campeão Campeonato Equatoriano 2016;
  • Vice-campeão Campeonato Equatoriano 2016;
  • 3° posto do Campeonato Equatoriano 2016.

Quatro (4) vagas designadas assim:

  • Seguintes 4 postos do Campeonato Equatoriano 2016 que não estejam classificados para a Copa Libertadores 2017.

 

México

Três (3) vagas designadas da seguinte forma:

  • 1° posto tabela Abertura 2016 que não participa na Concacaf Liga dos Campeões;
  • 2° posto tabela Abertura 2016 que não participa na Concacaf Liga dos Campeões;
  • Campeão Super Copa México 2015/16.

N/A

Paraguai

Três (3) vagas designadas da seguinte forma:

  • Campeão temporada 2016 com maior pontuação acumulada;
  • Campeão temporada 2016 com menor pontuação acumulada;
  • Melhor pontuação acumulada temporada 2016 não campeão.

Quatro (4) vagas designadas assim:

  • Seguintes 4 melhores pontuações acumuladas da temporada 2016 que não estejam classificados na Copa Libertadores 2017.

 

Peru

Três (3) vagas designadas assim:

  • Campeão Campeonato Descentralizado 2016;
  • Vice-campeão Campeonato Descentralizado 2016;
  • 3° posto do Campeonato Descentralizado 2016.

Quatro (4) vagas designadas assim:

  • Melhor colocado no Torneio Abertura 2016 não classificado na Copa Libertadores 2017;
  • Melhor colocado no Torneio Clausura 2016 não classificado na Copa Libertadores 2017;
  • Seguintes duas melhores pontuações da tabela acumulada 2016 que não estejam classificados na Copa Libertadores 2017.

Uruguai

Três (3) vagas designadas da seguinte forma:

  • Campeão Campeonato Uruguaio 2015/16;
  • Maior pontuação na tabela anual do Campeonato Uruguaio 2015/16;
  • Seguinte melhor colocado na tabela anual do Campeonato Uruguaio 2015/16.

Quatro (4) vagas designadas assim:

  • Melhores 4 postos do Campeonato Uruguaio Especial 2016 que não estejam classificados na Copa Libertadores 2017.

 

Venezuela

Três (3) vagas designadas da seguinte forma:

  • Campeão Abertura 2016;
  • Campeão Clausura 2016;
  • Melhor pontuação acumulada da temporada 2016.

Quatro (4) vagas designadas assim:

  • Campeão Copa Venezuela 2016;
  • Seguinte melhor posto torneio Clausura 2016 não classificado na Copa Libertadores 2017;
  • Seguintes duas melhores pontuações acumuladas da temporada 2016 que não estejam classificados na Copa Libertadores 2017.

Nota 1: As vagas destacadas em negrito na coluna de Copa Libertadores representam classificação na fase de grupos; as demais representam classificação em fases pré-classificatórias.

Nota 2: caso um clube classifique por dois critérios, ocupará o primeiro critério e o outro critério será tomado pelo seguinte melhor colocado do torneio em questão.

Nota 3: Na Argentina, “Primeira Divisão 2016” se refere ao campeonato curto levado a cabo de fevereiro a maio de 2016.