Cree en grande.
CONMEBOL

CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE: Atlético Tucumán bate Junior 3-1 e se classifica

×

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: und em eval() (linha 1 de /data/www.conmebol.com/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_argument_default_php.inc(66) : eval()'d code).
CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE: Atlético Tucumán bate Junior 3-1 e se classifica

O argentino Atlético Tucumán se classificou ao Grupo 5 da Libertadores da América ao derrotar o colombiano Junior por 3-1 (parcial 3-0) a noite de quarta-feira, na partida de revanche pela terceira rodada do torneio continental, disputada no estádio José Fierro em San Miguel de Tucumán (província de Tucumán, norte).

Rodrigo Aliendro (20), Cristian Menéndez (24) e Fernando Zampedri (29) marcaram os gols para o triunfo do 'Decano', enquanto Sebastián Hernández (83) descontou para o conjunto colombiano.

Atlético Tucumán adjudicou a série com um placar global de 3-2, já que Junior havia ganhado 1-0 no primeiro jogo em Cartagena na semana passada.

Deste modo, Atlético Tucumán, debutante absoluto na Copa, entra como quarto participante do Grupo 5, que também integram o histórico Peñarol uruguaio, o brasileiro Palmeiras, outro habitual animador continental, e o boliviano Jorge Wilstermann.

O 'Decano' tucumano, que vinha de eliminar em duelo épico o equatoriano El Nacional, prosseguiu seu caminho com um êxito que parecia resolver de maneira contundente, com três gols antes de meia hora de jogo.

Desde o começo Atlético Tucumán dispôs uma intensa pressão na saída visitante e aos 20' chegou a abertura, em uma ação que começou com passe de Evangelista, e após a série de rebotes, Aliendro impulsou a bola na rede entre as pernas do indefeso Viera.

A resistência do Junior se desmoronou como um castelo de naipes e em seguida chegou o 2-0, trás um cabeçaço de Menéndez que rebotou no poste esquerdo, e o mesmo atacante tomou o rebote ante a passividade da zaga colombiana para vencer outra vez Viera.

Antes de meia hora o local aumentou trás um envio cruzado de Barbona que Evangelista não chegou a empurrar, mas sim o fez o artilheiro Zampedri, que entrou só pelo segundo poste para enviar a bola na rede.

Atlético Tucumán se encaminhava a um triunfo inclusive escasso em diferença, mas a sete minutos do final, em um envio na área local, Canuto enviou e deixou o rebote servido a Hernández, que descontou com um direitaço a pura potência e que acendeu de novo a esperança do Junior, que necessitava um gol mais como visitante para dar a volta na série.

Durante uma dezena de minutos, o ‘Decano’ sofreu, e inclusive Aponzá teve a grande chance para dar o passe a Junior, mas o veterano Lucchetti, de 39 anos, apareceu com uma esticada milagrosa para conter sem dar rebote ao remate a queima-roupa do atacante dentro da área.

Assim, o modesto Atlético Tucumán, um clube que faz apenas quinze meses ainda militava na segunda divisão, deu um grande gosto ao estrear na Copa Libertadores, com duas eliminatórias que superou com autoridade para medir agora, de frente, com outros históricos do certame.

Ficha técnica:

Copa Libertadores de América 2017 - Terceira fase

Atlético Tucumán – Junior 3 – 1 (3-0)

Estádio: Monumental José Fierro (San Miguel de Tucumán, província de Tucumán, norte).

Espectadores: 35.000

Terreno: aceitável. Clima: caloroso (30 graus)

Árbitro: Víctor Carrillo. Linhas: Jonny Bossio e Jorge Yupanqui (trio do Peru)

Gols:

Atlético Tucumán: Aliendro (20), Menéndez (24), Zampedri (29)

Junior: Hernández (83)

Admoestados:

Junior: Pérez (43), Sánchez (89)

Formações:

Atlético Tucumán: Cristian Lucchetti - Leonel Di Plácido, Bruno Bianchi, Ignacio Canuto, Fernando Evangelista - Guillermo Acosta (Enrique Meza, 78), Nery Leyes - Rodrigo Aliendro, David Barbona (Leandro González, 68) - Cristian Menéndez e Fernando Zampedri (Luis Rodríguez, 86). DT: Pablo Lavallén.

Junior: Sebastián Viera - Lewis Ochoa, Deivy Balanta, Alexis Pérez, Héctor Quiñones - James Sánchez, Leonardo Pico (Bernardo Cuesta, 46) - Jorge Aguirre (Sebastián Hernández, 76), Jonathan Estrada (Edison Toloza, 61) - Róbinson Aponzá e Roberto Ovelar. DT: Alberto Gamero.

 

Texto e foto: AFP

Edição: conmebol.com