Cree en grande.
CONMEBOL

CONMEBOL mostra satisfação com a aposta no Sistema VAR

CONMEBOL mostra satisfação com a aposta no Sistema VAR

Com a convocação de um trio da Argentina e dois assistentes da América do Sul para Arbitragem por Sistema de Vídeo (VAR) no último jogo da Rússia 2018, a CONMEBOL comemora os resultados de seu árduo trabalho para implementar a justiça dentro do campo de jogo.

A CONMEBOL implementou desde 2017 o VAR em suas competições mais importantes, a Libertadores e Sul-Americana, ocupando um lugar na vanguarda na aplicação deste novo sistema tecnológico em relação às outras confederações, o que significou uma melhor formação dos seus árbitros.

"Ao aplicá-lo vimos que nossos árbitros receberam apoio neste sentido (durante a Copa do Mundo), pois sabiam trabalhar com o VAR porque foram treinados com este sistema, servindo-lhes de muita ajuda neste Mundial", explicou dias atrás, em Moscou, Alejandro Domínguez - Presidente da CONMEBOL.

Os árbitros sul-americanos tiveram dois intensos treinamentos antes de usar o novo sistema na semi-final e final da CONMEBOL Libertadores, final CONMEBOL Sul-Americana e e da CONMEBOL Recopa.

Com o lema "interferência mínima, benefício máximo", o seu uso foi valorado e agora, durante a Copa do Mundo Rússia 2018, os frutos desse trabalho são vistos.

Os principais árbitros que estiveram na Copa do Mundo Rússia - 2018 foram: Enrique Cáceres do Paraguai, Wilmar Roldán da Colômbia, Andrés Cunha do Uruguai, Julio Bascuñán do Chile, Sandro Ricci do Brasil e Néstor Pitana da Argentina.

Para o jogo mais importante da Copa do Mundo foi nomeado da Argentina Néstor Pitana e com ele estarão os seus compatriotas, Hernán Maidana e Pablo Belatti.

O trio de árbitro argentino participou nas oitavas-de-final disputadas em Nizhni Novgorod para liderar os duelos França x Uruguai e Croácia x Dinamarca.

Além disso, também arbitraram no jogo de abertura entre a Rússia e Arábia Saudita (5-0) e na vitória da Suécia frente o México, em Yekaterinburg.

Na cabine estarão o argentino Mauro Vigliano como AVAR e o chileno Carlos Astroza como AVAR 2.

- O desafio é maior -

"Estou convencido de que é algo sem volta", afirmou o presidente Domínguez ao anunciar que o VAR será aplicado a partir da fase de quartas-de-final dos torneios CONMEBOL Libertadores, CONMEBOL Sul-Americana 2018 e nas finais da CONMEBOL Recopa.

No total serão 14 partidas da CONMEBOL Libertadores, a mesma quantidade da CONMEBOL Sul-Americana e os últimos jogos da CONMEBOL Recopa, que terão a ajuda da tecnologia, o Sistema de Assistência Arbitral por Vídeo (VAR).

"Eu gosto do VAR. Olhando para trás podemos concluir que foi um sucesso, e se olharmos para a frente, será uma ferramenta que lhe dará maior uso no Mundial, por exemplo. E claro, a CONMEBOL apoia fortemente a justiça no futebol", enfatizou o Presidente da CONMEBOL.


CONMEBOL.com