Cree en grande.
CONMEBOL

CONMEBOL SUL-AMERICANA: "Primeira Glória" começa nesta terça (28) com quatro jogos

CONMEBOL SUL-AMERICANA: "Primeira Glória" começa nesta terça (28) com quatro jogos

Boston River x Comerciantes Unidos

Boston River do Uruguai e Comerciantes Unidos do Peru debutarão nesta terça na Copa Conmebol Sul-Americana 2017, em um jogo que será disputado em Montevidéu abrindo a primeira fase da décima sexta edição do torneio regional.

Ambas as equipes, que aterrissaram na primeira divisão no ano passado e são novatas em competições internacionais, chegam na Sul-Americana carregadas de esperanças após conseguir resultados muito similares em torneios locais.

O jogo será no estádio Gran Parque Central de Montevidéu nesta terça (22H15 GMT), na qual está prevista alta temperatura.

O árbitro colombiano Andrés Rojas dirigirá o jogo, auxiliado por seus compatriotas Alexander Guzmán e Humberto Clavijo.

Prováveis formações:

Boston River: Adrián Berbia - Joaquín Pereyra, Guillermo Fratta, Martín González, Pablo Álvarez - Robert Flores, Federico Pintos, Pablo Cepellini, Enrique Etcheverry - Sebastián Sosa e Brunos Foliados. DT: Alejandro Apud.

Comerciantes Unidos: Exar Rosales - Christian Laura, Oscar Guerra, Luis Copeta, Renato Zapata - Carlos Flores, Jean Tragodata, Ángel Pérez, Jorge Neira, Jeremías Bogado - Jefferson Viveros. DT: Óscar Ibáñez.

Estatísticas:

Boston River – Comerciantes Unidos

Estreia internacional oficial para ambas as equipes.

Resumo em torneios Conmebol:

Nacional 1 – Alianza Lima 0 (Libertadores 2012)

Nacional 1 – Real Garcilaso 0 (Libertadores 2013)

Defensor Sporting 4 – Real Garcilaso 1 (Libertadores 2014)

Defensor Sporting 3 – Universitario 0 (Sudamericana 2015)

Peñarol 4 – Sporting Cristal 3 (Libertadores 2016)

Árbitro – Andrés Rojas

Estreia oficial em competições Conmebol.

 

Liga de Quito - Defensor Sporting

O equatoriano Liga de Quito espera fazer valer sua condição de local ante o uruguaio Defensor Soporting, na estreia de ambos os times na Copa Sul-Americana 2017.

O encontro será disputado no estádio Casa Blanca de Liga, no norte de Quito (2.800 metros de altitude), a partir das 19H45 locais (00H45 GMT).

A revanche da chave 4 se disputará em Montevidéu em 30 de maio.

O encontro entre Liga de Quito e Defensor Sporting será dirigido pelo árbitro boliviano Gery Vargas e seus compatriotas Juan Pablo Montaño e José Antelo.

Prováveis formações:

Liga de Quito: Daniel Viteri - José Quintero, Norberto Araujo, Edison Carcelén, Edison Vega - Jefferson Intriago, José Cevallos, Rubén Olivera, Fernando Guerrero, Anderson Julio - Hernán Barcos. DT: Gustavo Munúa.

Defensor Sporting: Guillermo Reyes - Nicolás Correa, Andrés Lamas, Guillermo De los Santos - Mathias Cardacio, Matías Cabrera, Mathías Suárez, Ayrton Cougo, Carlos Benavídez - Gonzalo Carneiro y Gonzalo Bueno. DT: Eduardo Acevedo.

Estatísticas:

Liga de Quito – Defensor Sporting

Sem enfrentamentos internacionais oficiais

Liga de Quito local

Acumula 100 partidas em torneios Conmebol, com excelente marca (65 – 21 – 14).

Na Copa Sul-Americana, dos últimos 15 encontros ganhou 14 e só perdeu um: final da edição 2011 ante Universidad de Chile 1-0

Pela Conmebol recebeu times uruguaios em 6 ocasiões (4 – 1 – 1)

A única queda foi ante Peñarol 3-1 na Copa Libertadores 1970

As últimas três foram goleadas: Rocha 5-0 (Libertadores 2006), River Plate 7-0 (Sul-Americana 2009) e Peñarol 5-0 (Libertadores 2011)

Defensor Sporting visitante

Em competições Conmebol disputou 67 cotejos (11 – 22 – 34)

Alternou os três resultados possíveis em seus mais recentes jogos, todos na Copa Sul-Americana 2015: Universitario 1-0, Lanús 0-0 e Huracán 0-1.

Perdeu as três oportunidades no Equador: Olmedo 4-2 (Libertadores 2001), El Nacional 2-0 (Sul-Americana 2007) e Deportivo Quito 2-0 (Libertadores 2012)

Árbitro – Gery Vargas

Apresenta 6 encontros em torneios Conmebol.

Quatro na Copa Sul-Americana, onde debutou em 27 de agosto de 2014: Cobresal 2 – General Díaz 2

Nunca dirigiu Defensor Sporting e uma vez arbitrou o Liga de Quito: Zamora 2-0 (Sul-Americana 2015)

 

O'Higgins x Fuerza Amarilla

A estreia do equatoriano Fuerza Amarilla se rodeia de um mistério absoluto já que a Copa Sul-Americana-2017 será o primeiro torneio internacional de sua história em que enfrentará o chileno O'Higgins na terça na cidade de Rancagua.

Fuerza Amarilla classificou em sua primeira experiência internacional, toda uma proeza para o clube que representa Machala, porto situado à beira do oceano Pacífico, sul do Equador.

Por sua parte, O'Higgins chega com maior experiência internacional a este inédito duelo, com oito participações, quatro na Copa Libertadores, três na Sul-Americana e uma na desaparecida Copa Conmebol.

O jogo será no estádio El Teniente a partir das 19H15 locais (22H15 GMT) sob arbitragem do brasileiro Wagner Magalhães, auxiliado pelos bandeiras Guilherme Dias e Kleber Gil.

Prováveis formações:

O'Higgins: Miguel Pinto - Albert Acevedo, Fabricio Fontanini, Raúl Osorio, Gonzalo Barriga - Yerson Opazo, Alejandro Márquez, Martín Rolle - Pedro Muñoz, Cristián Insaurralde e Francisco Arancibia. DT: Cristián Arán.

Fuerza Amarilla: Luis Fernández – Johao Montaño, Pablo Cifuentes, Federico Alonso, Miguel Segura – Polo Wila, Mauricio Yedro, Christian Cuero, Luis Bolaños, Angel Gracia – Néstor Martinena. DT: Angel Gracia.

Estatísticas:

O´Higgins – Fuerza Amarilla

Sem enfrentamentos internacionais oficiais, já que Fuerza Amarilla fará sua estreia em torneios Conmebol

O´Higgins local

Leva 17 partidas em competições Conmebol (3 – 9 – 5)

Solo disputó dos por Copa Sul-Americana: Cerro Porteño 3-3 (2012) e Montevideo Wanderers 0-0 (2016)

Suas únicas vitórias foram: Deportivo Galicia 6-0 (Libertadores 1979), Sol de América 2-0 (Libertadores 1980) e Deportivo Cali 1-0 (Libertadores 2014)

Árbitro – Wagner Magalhães

Este jogo marcará a estreia internacional oficial do árbitro brasileiro de 37 anos.

 

Cali x Luqueño

Deportivo Cali da Colômbia receberá nesta terça o Sportivo Luqueño do Paraguai, na ida pela primeira fase da Copa Conmebol Sul-Americana, que enfrenta a duas equipe0s que geraram dúvidas pelo irregular início de ano.

O jogo será no estádio Deportivo Cali, cidade de Palmira, às 19H45 locais (00H45 GMT de quarta-feira).

O time 'azucarero' está com sua torcida aflita após cair no passado sábado de visita a Patriotas 3-2, enquanto empatou 0-0 ante o modestíssimo Tigres em Bogotá, em suas duas mais recentes partidas pela liga local em que mostrou muito pouco futebol.

Por sua parte, o time guarani chegou a Cali em meio um agitado momento, pois está nos últimos lugares da liga local e, pouco antes de viajar à Colômbia, se despediu do treinador Héctor Marecos.

O jogo será dirigido pelo argentino Fernando Rapallini, acompanhado por seus compatriotas Juan Bellati e Ariel Scime.

Prováveis formações:

Cali: Camilo Vargas - Luis Manuel Orejuela, Juan Sebastián Quintero, Germán Mera, Jeison Angulo-  Andrés Pérez, Abel Aguilar, Mayer Candelo, Jown Cardona, Fabián Sambueza  - Jefferson Duque. DT: Mario Yepes.

Luqueño: Víctor Centurión - Juan Escobar, Joel Benítez, Arnaldo Pereira, Gustavo Giménez - Nelson Romero, Enrique Vera, Vladimir Marín, Cristhian Aguada – Guido Di Vanni e Enso Villamayor. DT: Héctor Javier Schönhauser.

Estatísticas:

Deportivo Cali – Sportivo Luqueño

Não registram enfrentamentos internacionais oficiais

Deportivo Cali local

Pela Conmebol leva quatro sem ganhar (3 empates e 1 derrota).

Sua última vitória foi na Copa Sul-Americana 2014 ante U. T. Cajamarca 3-0.

Registro positivo recebendo equipes do Paraguai em competições Conmebol (3 – 3 – 1), todas em Copa Libertadores.

A única derrota foi ante o Olímpia 1-0 (1970) e os triunfos: Cerro Porteño 4-0 (1999), Libertad 1-0 (2003) e Cerro Porteño 1-0 (2014)

Sportivo Luqueño visitante

Será seu 20° jogo com marca desfavorável (4 – 6 – 9)

Acumula 6 sem ganhar (2 derrotas e 4 empates) desde 13 de agosto de 2015 em que venceu Aurora 2-1

Não ganhou na Colômbia nas quatro vezes que se apresentou pela Conmebol (0 – 2 – 2)

Atlético Nacional 0-3 (Libertadores 2008)

Deportes Tolima 1-1 (Sul-Americana 2015)

Santa Fe 0-0 (Sul-Americana 2015)

Independiente Medellín 0-3 (Sul-Americana 2016)

Árbitro – Fernando Rapallini

Leva 6 partidas em torneios Conmebol

Duas delas pela Copa Sul-Americana: Nacional de Asunción 2 – Universidad de Concepción 1 (2015) e Fénix 1 – Cerro Porteño 0 (2016)

Nunca dirigiu de forma oficial o Deportivo Cali nem Sportivo Luqueño

 

Fíxture completro: AQUI

Texto: AFP

Estatísticas: Eduardo Bolaños/ conmebol.com

Design: DD/conmebol.com