Cree en grande.
CONMEBOL

22 anos da consagração do‏ Atlético Mineiro na Copa CONMEBOL

22 anos da consagração do‏ Atlético Mineiro na Copa CONMEBOL

O ano de 1992 marcou o início de um novo torneio organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol, que foi batizado com o nome da entidade: Copa Conmebol.

Daquela edição inicial fizeram parte 16 equipes dos 10 países membros, com 4 vagas para o Brasil, 3 para a Argentina, 2 para o Uruguai, e uma para cada uma das nações restantes. A competição se estendeu por los meses de agosto e setembro, resultou uma enorme paridade e permitiu a estreia internacional de três clubes: Deportivo Español e Gimnasia y Esgrima La Plata da Argentina e o Bragantino do Brasil.

Em 23 de setembro o Atlético Mineiro se consagrou campeão, apesar de perder contra o Olímpia como visitante por 1-0, porque na ida ficou com a vitória de 2-0.

O time brasileiro havia chegado ao encontro decisivo, após deixar pelo caminho o Fluminense, Junior de Barranquilla e El Nacional do Equador. Já o Olímpia tinha eliminado o Oriente Petrolero, Deportivo Español e Gimnasia y Esgrima La Plata.

A primeira final foi disputada em 16 de setembro no estádio Governador Magalhães Pinto, conhecido como “Mineirão”. Foi um encontro parelho, onde o visitante saiu para jogar de igual para igual ante o poderoso time local, que abriu o placar aos 30 minutos por intermédio de Negrini. Este mesmo futebolista foi o autor do segundo tanto, aos 14 do complemento, vencendo a resistência de Sergio Goycochea. O 2-0 foi o resultado definitivo.

Uma semana mais foi o desquite em Assunção. O time local, de acordo a todas as previsões, saiu para atacar desde o começo mas, a medida que passavam os minutos e não podia marcar, os nervos foram ganhando. Foi aos 89 minutos que conseguiu por meio de Mauro Caballero, quando já não havia mais tempo. A glória foi toda do Galo mineiro que, naquela inesquecível noite, ergueu seu primeiro título internacional.

Com arbitragem do uruguaio Ernesto Filippi, as equipes estavam compostas com os seguintes jogadores: 

Atlético Mineiro: João Leite; Alfinete, Luis Eduardo, Ruyler, Paulo Roberto; Moacir, Eder Lopes, Negrini; Sergio Araújo, Ailton, Claudinho. DT: Procopio Cardoso.

Olímpia: Sergio Goycochea; Virgnio Cáceres, Mario Ramírez, Isidro Núñez, Silvio Suárez; Adolfo Jara Heyn, Vidal Sanabria, Jorge Campos; Gabriel González, Miguel Sanabria e Adriano Samaniego. DT: Roberto Perfumo.