Cree en grande.
CONMEBOL

Romagnoli dedica a Copa Libertadores à 'fiel torcida'

Romagnoli dedica a Copa Libertadores à 'fiel torcida'

O meia Leandro Romagnoli, capitão do San Lorenzo que ergueu nesta quarta-feira o tão sonhado troféu da Libertadores conquistado pelo time argentino, fez questão de homenagear a "fiel torcida" que apoiou time até o fim no estádio Nuevo Gasómetro de Buenos Aires.

"Não consigo nem falar, mas quero dedicar o título a essa torcida incrível que nos empurrou durante toda a partida", disse o jogador de 33 anos, que não conteve as lágrimas quando saiu aos 43 minutos do segundo tempo.

Romagnoli disputava sua última partida com a camisa do San Lorenzo, já que acertou sua saída para o Bahia, que ganhará um reforço de peso na luta contra o rebaixamento.

Outro herói do título foi o volante Nestor Ortigoza, que anotou de pênalti o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Nacional e recebeu o prêmio de melhor jogador da partida.

"É muito emocionante, colocamos tudo dentro de campo", comentou 'El Gordo'.

Campeão em 2008 com a LDU, com vitória sobre o Fluminense na decisão, o técnico Edgardo comemorou muito seu segundo título na competição continental, mas lembrou que sua equipe chegou a passar um tremendo sufoco antes de abrir o marcador.

"A equipe esteve travada pelo nervosismo, pela tensão no primeiro tempo, mas foi logo recuperando o controle", resumiu o treinador.

Texto e foto: AFP

Edição: conmebol.com