Cree en grande.
CONMEBOL

Eis que nasce um novo astro CONMEBOL: Luka Romero

Eis que nasce um novo astro CONMEBOL: Luka Romero

O argentino Luka Romero passou pra história do futebol espanhol, após estrear com 15 anos e 219 dias no minuto 82’ do jogo na qual sua equipe, Mallorca, enfrentou o Real Madrid. A jovem promessa realizou seus primeiros dribles em um torneio organizado pela CONMEBOL.

Desta maneira, o juvenil Romero escreve seu nome nos registros de grandes jogadores como Pelé, Maradona, Neymar Jr. ou o ‘Kun’ Agüero, que também entraram em terreno de jogo com quinze anos.

Normalmente os adolescentes de 15 anos estão sonhando ou pensando no seu projeto de vida. Luka, nessa mesma idade, já realizou uma das suas metas: estrear na Primeira Divisão do futebol profissional.

Luka possui o DNA sul-americano, é um garoto com pais argentinos, nasceu no México porque seu pai, o também futebolista Diego Romero, estava na liga asteca. Seu irmão gêmeo Tobías também é jogador, porém se destaca como um promissor goleiro nas inferiores do Penya Arrabal.

Na quarta-feira, Luka Romero teve a atenção de todas as capas dos meios esportivos, ao se tornar o jogador mais jovem em estrear na Liga espanhola, com 15 anos e 219 dias. 

O garoto prodígio realizou suas primeiras façanhas no esporte-rei no CONMEBOL Sub 15, que foi disputado faz um ano no Paraguai. Um torneio que aposta pelas novas estrelas do melhor viveiro do mundo.

Luka é um exemplo de muitos, que materializam a verdadeira raíz destes torneios realizados pela CONMEBOL, que oferecem um espaço de oportunidade às promessas sul-americanas e demonstram ser, uma vez mais, a melhor e mais valiosa vitrine do futebol mundial.

Ainda que Romero tenha um longo caminho por percorrer em sua carreira, é impossível evitar as comparações com o craque Lionel Messi, pelo seu físico, o cabelo comprido, a posse de bola, sempre colada nos pés, sua maneira de se deslocar no campo de jogo e, acima de tudo, sua habilidade e drible, fazem dele uma cópia fiel do ganhador de seis Bolas de Ouro.

Mesmo que o pai prefere tirar essa pressão: “Temos que deixá-lo tranquilo. Não dá para compará-lo com Messi, porque isso representaria uma pressão descomunal”, disse Diego Romero.

Com só 10 anos, o Mallorca espanhol colocou os olhos nele e o fichou. Hoje, com apenas 15 anos, Luka apostou em AcreditarSempre e cristalizou seu primeiro sonho. Porque seu maior desejo é vestir a camisa da seleção adulta argentina.

 

 

 

 

CONMEBOL.com

Fotos AFA