Cree en grande.
CONMEBOL

Daniel Onega (River Plate), máximo artilheiro histórico de uma edição da Libertadores.

Joguei nas 20 partidas mas converter 17 gols não foi fácil. Só conseguem os que têm a sorte de chegar à final. Foi uma racha muito boa com gols muito importantes e belos ao mesmo tempo. Fiz 3 sobre o Universitario mas o que ficou na lembrança foi o primeiro, na Venezuela, contra o Lara F.C.

Daniel Onega (River Plate), máximo artilheiro histórico de uma edição da Libertadores.