Cree en grande.
CONMEBOL

“Ganhar a CONMEBOL LIBERTADORES ficará sempre na minha memória"

“Ganhar a CONMEBOL LIBERTADORES ficará sempre na minha memória"

Alejandro Guerra (AFP)

Después de toda a negociação, Alejandro Guerra deixou Atlético Nacional e se ficou como reforço do Palmeiras, do Brasil. Para o meio-campista foi complicado tomar a decisão de sair do campeão da América, mais considerou que era o tempo justo para um novo ar.

“Não foi fácil, por todas as alegrias que viví no Nacional, o clube que me deu um nome na América do Sul. Foi difícil, porém é parte do trabalho e espero que seja o melhor”, afirmou o ‘Lobo’, em declarações ao programa “El Alargue”.

“Ganhar a CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE é uma coisa que vai ficar gravado no meu coração e memoria. Também, quando cantavam ‘venezolano’ no estádio… Isso para mim é inesquecível”, disse Guerra, que reiterou seu agradecimento aos torcedores e todos na instituição ‘verdolaga’.

O volante é otimista frente ao desafio que se aproxima e deseja responder para a confiança dos diretivos e corpo técnico do verdão dentro do campo, nos três anos pelos que assinou com o clube.

Por último, se referiu a Aldo Leao Ramírez, quem foi o primeiro reforço confirmado do elenco antioquenho e destacou sua experiência no futebol internacional

 

 

FútbolRed