Cree en grande.
CONMEBOL

Godín elogia colegas: "Foram leões"

Godín elogia colegas: "Foram leões"

O capitão da seleção uruguaia, Diego Godín, não escondeu sua tristeza pela eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo na Rússia, mas se mostrou "orgulhoso e grato" por seus companheiros, porque "foram leões".

Após a derrota, por 2-0 ante a seleção francesa, Diego Godín disse à FIFATV que os internacionais uruguaios deixaram Nizhny Novgorod "orgulhosos" e "de cabeça erguida" por ter deixado "tudo" ante o time bleu, primeiro semifinalista do torneio, com os gols de Raphael Varane e Antoine Griezmann.

"Estou triste com a eliminação, é claro, mas quero agradecer a todos os uruguaios e meus companheiros, que foram leões. Vamos orgulhosos. Hoje não conseguimos, mas deixamos tudo no campo e saímos de cabeça erguida", afirmou.

O zagueiro central do Atlético de Madrid reconheceu a superioridade do time francês. "É uma grande equipe, com jogadores jovens que jogam bem. Hoje encontraram dois gols e para nós foi difícil encontrar o nosso, nada mais. Assim é o futebol. Mas este é o caminho que devemos seguir", acrescentou.

Godín também exonerou Fernando Muslera por sua falha no segundo gol, trabalho de Antoine Griezmann. "Hoje cometeu um erro, mas outras vezes ele nos salvou", observou ele.

 

 

 

EFE