Cree en grande.
CONMEBOL

Grêmio e Lanús preparados para fazer história

Grêmio e Lanús preparados para fazer história

Grêmio e Lanús irão ao campo nesta quarta-feira prontos para fazer história na partida de ida da final da Copa Libertadores que acontece em Porto Alegre (sul).

O "tricolor", que busca a terceira Copa Libertadores (1983 e 1995), classificou-se depois de vencer comodamente um Barcelona de Guayaquil que apenas mostrou resistência na revanche em Porto Alegre, onde o 1-0 a seu favor não foi suficiente para transformar a série trás perder em seu campo no duelo de ida por 3-0.

O treinamento de segunda-feira começou a portas fechadas na Arena do Grêmio. Em um bom momento para a equipe, Renato Gaúcho, que mantém em sigilo a formação definitiva, tem todo a sua equipe ativa e apta para entrar no campo.

Por outro lado, a fome de glória é a favor do time 'granate'.

Os argentinos decidiram seu lugar na final vencendo River Plate (1-0, 4-2) em casa durante um jogo histórico cheio de emoções que empatou e virou nos últimos 45' da partida.

A mídia fala muito sobre o "clima de festa" que paira na cidade de Lanús, nos arredores de Buenos Aires, o que poderia concretar a façanha internacional no próximo dia 29 de novembro, quando o duelo de volta seja disputado em seu Estádio La Fortaleza.

Ao contrário de Renato Gaúcho, o DT Jorge Almirón já revelou sua equipe titular: a mesma que derrotou River Plate na semifinal. O clube treinou abertamente na segunda-feira em Porto Alegre mostrando confiança e serenidade.

A partida de ida, que promete ser uma festa de puro futebol, será disputada nesta quarta-feira às 20:45 GMT na Arena do Grêmio com a arbitragem do chileno Julio Bascuñan e os assistentes Carlos Astroza e Christian Schiemann.

Possíveis formações:

Grêmio: Marcelo Grohe - Edílson, Pedro Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Jailson, Arthur, Ramiro, Luan, Fernandinho ey Lucas Barrios. DT: Renato Gaúcho.

Lanús: Esteban Andrada - José Luis Gómez, Rolando García Guerreño, Diego Braghieri, Maximiliano Velázquez, Román Martínez, Iván José Marcone, Nicolás Pasquini, Alejandro Silva, José Sand, Lautaro Acosta. DT: Jorge Almirón.

 

 

 

CONMEBOL.com