Cree en grande.
CONMEBOL

Grêmio x Lanús: confronto histórico entre os melhores do torneio

Grêmio x Lanús: confronto histórico entre os melhores do torneio

A partida de ida começou a marcar a história do Lanús e do Grêmio, nunca em partidas oficiais, agora em duas semanas completarão seu segundo choque, um de importância vital que irá definir se a CONMEBOL LIBERTADORES Bridgestone terá um novo campeão ou será a terceira da equipe brasileira ... 

- A única vez -  

O único antecedente internacional oficial é o duelo de ida disputado na quarta-feira em Porto Alegre, onde Grêmio venceu 1-0 com gol de Cícero 

- Lanús local - 

Ótimo desempenho na Copa Libertadores (15 – 8 – 4) 

Acumula 5 vitórias consecutivas perdendo apenas umas das 15 últimas: Nacional 1-0 (Hugo Silveira) no dia 9 de março deste ano  

Será o seu décimo jogo recebendo equipes do Brasil pela Conmebol (6 – 1 – 2) 

As únicas derrotas foram contra o Atlético Mineiro: 4-1 (Ariel Ibagaza – Bruno, Juan Serrizuela contra, Hernani, Valdir/Copa Conmebol 1997) e 1-0 (Diego Tardelli/Recopa 2014) 

- Grêmio visitante - 

Em torneios Conmebol registra três sem perder e nem receber gols  

A última derrota aconteceu ante Deportes Iquique 2-1 (Diego Bielkewicz, Diego Torres – Lucas Barrios) no dia 3 de maio deste ano  

Possui 27 partidas na Argentina de forma oficial (6 – 8 – 13) 

Suas vitórias são: Estudiantes 3-0 (Supercopa 1989), Racing Club 2-1 (Supercopa 1994), River Plate 4-2 e Talleres 2-0 (Mercosul 2001), River Plate 2-1 (Libertadores 2002) e Godoy Cruz 1-0 (Libertadores 2017) 

- A Final - 

Lanús procurará ser a nona equipe argentina para tornar-se campeã da Copa Libertadores. As equipes que já alcançaram foram Independiente (7 vezes), Boca Juniors (6), Estudiantes de la Plata (4), River Plate (3), Racing Club (1), Argentinos Juniors (1), Vélez Sarsfield (1) e San Lorenzo (1). 

Grêmio tentará chegar à linha de São Paulo e Santos, que são as equipes brasileiras mais vencedoras da Copa Libertadores, com três cada. Os outros que o conseguiram são: Cruzeiro (2), Internacional (2), Palmeiras (1), Flamengo (1), Vasco da Gama (1), Corinthians (1) e Atlético Mineiro (1).

- Árbitro –

Enrique Cáceres 

Registra 31 partidas pela Copa Libertadores 

Nove deles foram na edição atual  

No ano passado, ele também dirigiu uma das finais: Independiente del Valle 1 - Atlético Nacional 1 no duelo de ida

Comandou três vezes o Lanús: Independiente 0-1 (Sul-Americana 2016), Chapecoense 3-1 e San Lorenzo 2-0 com vitória por pênaltis 4-3 (Libertadores 2017) e em três ocasiões o Grêmio: Atlético Nacional 2-0 (Libertadores 2014), Rosario Central 0-3 (Libertadores 2016) e Godoy Cruz 2-1 (Libertadores 2017).

 

CONMEBOL.com

Eduardo Bolaños