Cree en grande.
CONMEBOL

Independiente del Valle, um "orgulho nacional" é despedido com aplausos

Independiente del Valle, um "orgulho nacional" é despedido com aplausos

Apenados, porém com aplausos para sua equipe se despediram da Copa Bridgestone Libertadores-2016 os torcedoress do equatoriano Independiente del Valle, que caiu 1-0 nesta quarta-feira ante o colombiano Atlético Nacional que coroou-se campeão do torneio por segunda vez.

"Me da muita pena, porém tem que ter a esperança de que nosso Independiente em algúm momento vai ser campeão", disse à AFP Miriam Guayasamín, de 42 anos, enquanto abraçava seu filho que chorava desconsolado trás o apitaço final do encontro disputado em Medelim. 

Frente a uma tela gigante colocada no atrio da igreja de Sangolquí, um lugar perto de Quito e berço dos negriazuis, centenas de fãs ficaram mudos ao ver o gol que deu a coroa à equipe colombiana.

Com apenas seis temporadas na primeira divisão do futebol equatoriano, Independiente jogou por terceira vez na Copa Libertadores e mesmo que perdeu a final para seus fãs é "o grande vencedor".

"Nada que lamentar"

Independiente del Valle, um modesto clube que nasceu faz seis décadas em uma sapataria de Sangolquí, foi a surpresa do torneio e conquistou o coração dos equatorianos trás doar as chuteiras dos seus encontros ante River, Pumas, Boca e Atlético Nacional para os danificados do devastador terremoto que atingiu a o país em abril.

O presidente do Equador, Rafael Correa, felicitou e equipe e a chamou um "orgulho nacional".

"Parabéns Independiente del Valle, orgulho nacional. Não tem nada que lamentar. Fez história. Atlético Nacional um grande campeão", disse Correa em sua conta do Twitter.

Os fãs dos 'rayados del Valle' mostraram-se tristes, porém destacaram a façanha do clube.

 

AFP