Cree en grande.
CONMEBOL

Infantino: “A Libertadores tem melhorado com as reformas da CONMEBOL”

Infantino: “A Libertadores tem melhorado com as reformas da CONMEBOL”

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, destacou nesta quinta-feira as transformações realizadas pela CONMEBOL desde 2017 em relação à CONMEBOL Libertadores, na qual qualificou como “competição que forma parte da história do futebol mundial”.

"A Libertadores é um torneio que deve ser respeitado, é um dos mais importantes do mundo e o mais importante da América do Sul, ademais forma parte da história do futebol mundial”, enfatizou o máximo titular do futebol, durante a conferência de imprensa celebrada depois do 68º Congresso Ordinário em Buenos Aires.

Antes da Presidência da FIFA, o Presidente Infantino esteve a cargo da Secretaria Geral da UEFA e, portanto, acompanhou por muitos anos o desenvolvimento da Champions League.

“É verdade que estive muitos anos atrás na Champions, por isso posso falar sobre a Libertadores, que realmente perdeu um pouco de tradição nos últimos anos, contudo, agora vejo que, com as novas mudanças, tem um melhor impacto a nível mundial, vejo que há melhor estrutura para o torneio”, significou.

“Não entendia como podia ser realizada uma competição como a Copa Libertadores, onde não se sabia quando se joga, em quais estádios, em que horário (…) Tudo estava organizado assim, Agora existe uma estrutura bem clara, com uma melhor rastreabilidade”, expressou Infantino.

O presidente da FIFA, ademais, elogiou a qualidade dos clubes participantes da competição, aos quais se referiu como “importantíssimos e históricos do futebol mundial”.

“Sempre vejo a participação de equipes de muita tradição, de muito impacto mundial, sempre com estádios bonitos, com torcidas fervorosas”, indicou.

Com respeito à nova comercialização, vaticinada com um prometedor futuro para o torneio mais importante a nível de clubes sul-americanos do ano 2019, deixou claro que esse era o caminho a seguir.

“A comercialização do torneio foi fundamental, na Europa como na Champions, por exemplo, na qual os resultados já se notam agora. Por isso vejo um futuro excepcional para a CONMEBOL Libertadores”, disse no marco da conferência de imprensa.   

 

 

 

CONMEBOL.com