Cree en grande.
CONMEBOL

Libertad perde para DIM, mas classifica às oitavas

Libertad perde para DIM, mas classifica às oitavas

Por diferença de gols, Libertad do Paraguai avançou às oitavas de final da CONMEBOL Libertadores 2020 apesar de perder 4-2 do colombiano Independiente Medellín em Assunção, nesta quinta-feira pela sexta e última jornada do Grupo H.

Os gols para o 'poderoso', prematuramente eliminado do torneio, foram marcados por Larry Angulo aos 37 minutos, José Estupiñán (60’), Reina (63’) e o paraguaio Carlos Monges (71’).

Libertad descontou por meio de Adrián Martínez e Sebastián Ferreira, aos 4 e 79 minutos, respectivamente.

A chave é liderada pelo Boca Juniors com 14 pontos, seguido pelo Libertad com 7 e -3 na diferença de gols. Caracas FC, que perdeu 3-0 do ‘Xeneize’ em La Bombonera, terminou no terceiro lugar e com boleto para a Sul-Americana ao sumar 7 unidades e -4 no saldo de gols.

- Dados -

  • Independiente Medellín derrotou Libertad como visitante por 4-2, cortando uma racha de nove jogos sem vitórias para times da Colômbia em visitas a equipes do Paraguai pela CONMEBOL Libertadores (3E 6D), inclusive sem conseguir anotar nos últimos quatro.
  • Libertad ganhou só dois dos seus últimos 10 duelos pela CONMEBOL Libertadores (1E 7D) e recebeu 4+ gols em uma partida como local nesta competição pela quarta vez na história; porém, conseguiu superar a fase de grupos pela terceira edição consecutiva.
  • Independiente Medellín anotou 4 gols pela sexta vez em um jogo da Copa Libertadores, sendo a terceira vez que consegue como visitante (4-2 x Barcelona em 2003 e 4-0 x Athlético Paranaense em 2005).
  • Óscar “Tacuara” Cardozo deu sua terceira assistência na CONMEBOL Libertadores (24 PJ); duas delas foram nesta edição (também deu uma contra Caracas).
  • Três jogadores do Independiente Medellín conseguiram anotar e assistir nesta partida contra Libertad (Larry Angulo, José Estupiñán e Javier Reina); é apenas o quarto enfrentamento da CONMEBOL Libertadores 2020 acontece uma coisa assim.

 

 

 

 

AFP / OPTA