Cree en grande.
CONMEBOL

Libertadores Futebol de Praia: Central ganha e Iquique se consolida no torneio

×

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: und em eval() (linha 1 de /data/www.conmebol.com/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_argument_default_php.inc(66) : eval()'d code).
Libertadores Futebol de Praia: Central ganha e Iquique se consolida no torneio

Rosario Central (ARG) 4-2 Santa Marta (COL) (Media - Beach Soccer )

Club D. Iquique (CHI) 6-3 Reales Miranda (VEN) (Media - Beach Soccer)

O argentino, Rosario Central, se recuperou e conseguiu sua primeira vitória 4-2 ante o Santa Marta (COL), pelo grupo B da Copa Libertadores de Beach Soccer. Enquanto o chileno Iquique ganhou por  6-3 do Real Miranda (VEN) pelo grupo A do torneio que se realiza em Santos, Brasil.

O conjunto de Arroyito começou a dominar as ações do jogo com um gol de Angelo Daniel Agustini. Aislan empataria pouco depois para os colombianos, mas a sorte parecia estar hoje no lado dos argentinos, que viram como um gol em seu próprio arco do defensor cafeteiro Renan Garcia lhes devolvia a vantagem antes de finalizar o primeiro período.

O 'canalla' manteve seu sangue bem frio no último período para garantir a vitória. Para dissipar dúvidas, a quatro minutos do final, uma bela jogada coletiva acabaria nos pés de Angelo Daniel Agustini que empurrou para a rede, seu segundo gol da tarde, certificando a primeira vitória de um Rosario Central que se conecta de volta para a luta por um lugar nas semifinais da Copa Libertadores de Futebol de Praia.
 
Gols: 1-0: Agustini, min. 10 (1); 1-1: Aislan, min. 8 (1); 2-1: García (pp), min. 5 (1); 3-1: Ponzetti, min. 5 (2); 3-2: Perea, min. 0 (2); 4-2: Agustini, min. 4 (3);

O campeão chileno, CD Iquique, reafirmou a sua posição no topo da tabela no Grupo A com um 6-3, vitória retumbante contra o seu homólogo venezuelano Real Academia Reales Miranda.

Um espectacular parcial de 4-0 no primeiro tempo, três dos quais feitos antes do terceiro minuto de jogo, pressagiaria uma goleada escandalosa do Club Deportes Iquique. No entanto, o conjunto do Real Academia Reales Miranda não baixou os braços tão cedo, e tomou conta do segundo tempo, em que três gols encurtaram as distâncias do time rival.
Mas apesar de ter conseguido o que parecia quase impossível, a reação dos venezuelanos não foi além, e duas novas anotações do CD Iquique nos últimos doze minutos, fecharam um placar volumoso que permite que os chilenos ocupem o topo da tabela no grupo A.

Gols: 1-0: Echeverría, min. 11 (1); 2-0: Belaunde, min. 11 (1); 3-0: Echeverría, min. 10 (1); 4-0: Bolívar, min. 2 (1); 4-1: Daniel, min. 11 (2); 4-2: Fred, min. 7 (2); 4-3: Piter, min. 3 (2); 5-3: Abarca, min. 5 (3); 6-3: Echeverría, min. 1 (3);

 

 

Media Beach Soccer

CONMEBOL.com