Cree en grande.
CONMEBOL

Neymar, segundo máximo artilheiro da Seleção Brasileira

Neymar, segundo máximo artilheiro da Seleção Brasileira

Neymar alcançou nesta terça-feira seu 64º gol com a seleção do Brasil e passou a ser o segundo máximo artilheiro histórico da Canarinha, por cima dos 62 do Ronaldo.

'Ney' marcou três dos quatro gols do Brasil (28' e 84', ambos de pênalti, e 90+3) na vitória parcial 4-2 sobre Peru, no duelo pela segunda jornada do pré-mundial sul-americano para Qatar-2022 que é disputado no Estádio Nacional de Lima.

Na celebração do primeiro gol, o 10 do Brasil formou com os dedos o número 9 que usava Ronaldo, moveu o dedo índice como o ex-atacante fazia cada vez que anotava e mostrou os dentes, em uma homenagem à característica dentadura do ex-goleador.

Neymar, de 28 anos, igualou mais cedo o registro de 62 gols de Ronaldo. O jogador do PSG empatou o recorde no seu jogo 103 com a camisa brasileira, cinco encontros a mais que o ex-atacante do Real Madrid e do Barcelona, entre outros, para alcançar essa cifra.

'Ney' registra uma média de 0,62 gols por encontro, contra 0,63 do bicampeão mundial e duas vezes Bola de Ouro, que defendeu 98 vezes a camisa do seu país.

O 'rei' Pelé é o máximo anotador do Brasil com 77 gols em 92 jogos, segundo o registro da FIFA.

A primeira anotação de Neymar com a seleção foi em agosto de 2010, em um amistoso contra Estados Unidos.

Assim como Ronaldo, a exitosa carreira de Neymar foi eclipsada por lesões recorrentes que o impediram aumentar seus números.

O 10 do Brasil somente jogou em 4 dos 16 encontros que a Seleção disputou no ano passado. Uma lesão no tornozelo direito o impediu de participar na CONMEBOL Copa América que foi organizada e conquistada pelo Brasil em 2019.

 

 

AFP