Cree en grande.
CONMEBOL

Punta Hermosa debuta com triunfo e Hamacas FC se recupera na Libertadores de Futebol de Praia

×

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: und em eval() (linha 1 de /data/www.conmebol.com/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_argument_default_php.inc(66) : eval()'d code).
Punta Hermosa debuta com triunfo e Hamacas FC se recupera na Libertadores de Futebol de Praia

O peruano Punta Hermosa BSC levou a vitória por 5-4 contra o Rosario Central (ARG) na estréia de ambas as equipes na Libertadores de Futebol de Praia, pelo grupo B. No segundo encontro de hoje, terça-feira, Hamacas FC (BOL) ganhou nos pênaltis 4(3) -4 (2) do Reales Miranda (VEN), pelo grupo A.

Nos últimos doze minutos, os pupilos de Luis Polanco ofereceram a melhor versão de si mesmos, e com um 3-0 parcial nos primeiros 4 minutos não só ficariam com a vantagem, mas distanciariam o time 'canalla' de uma possível reação. Os guiados por Andrés Arteta tentaram, mas sua reação não foi além do 4-5, obra de Agustin a cinco minutos do final.

Gols: 0-1: Mayorga, min. 4 (1); 1-1: D’Amico, min. 8 (2); 1-2: Vidal, min. 6 (2); 2-2: Malias, min. 6 (2); 3-2: Ponzetti, min. 3 (2); 3-3: Ribas, min. 10 (3); 3-4: Arteaga, min. 8 (3); 3-5: Arteaga, min. 7 (3); 4-5: Agustini, min. 5 (3);

No segundo jogo, acabaram disputando nos pênaltis Hamacas FC (BOL) e Real Academia Reales Miranda (VEN). Depois de adiantar-se uma e outra vez, e ver como seu rival igualava cada uma de suas vantagens, não seria até a roleta dos nove metros que Hamacas FC teria sua primeira vitória nesta Copa Libertadores de Futebol de Praia.

Os rapazes comandados por Antonio Gigliotti, que viram como ontem o Club Malvín ficava com os pontos em jogo a outra igualadíssima batalha, não quiseram hoje dar nenhum tipo de facilidade ao seu rival. Uma vez mais, seria Castedo que abriria o placar para os bolivianos, que, por mais que se empenhavam, acabavam se deparando com a resposta do campeão venezuelano, Real Academia Reales Miranda. Cada passo dado por Hamacas era neutralizado por seu oponente.

O placar chegaria empatado no final do primeiro tempo, no final do segundo e no final do terceiro, o que levaria o encontro à prorrogação. Tampouco se moveria o placar nos três minutos adicionais, o que deixava apenas uma solução: a série de pênaltis.

Desde os nove metros, Hamacas se mostrou infalível, sem errar nem um só de suas tentativas, aproveitando o erro de Michael na terceira tentativa boliviana para ficar com o ponto em jogo.

Gols: 1-0: Castedo, min. 9 (1); 1-1: Daniel, min. 5 (1); 2-1: Castedo, min. 8 (2); 2-2: Fred, min. 8 (2); 2-3: Chávez, min. 6 (2); 3-3: Chino, min. 6 (2); 4-3: Rodríguez, min. 5 (2);

A jornada continua com Santa Marta (COL) x Puerta del Lago (PAR) e Club Malvin (URU) x Club D. Iquique (CHI)

 

 

 

Media Beach Soccer

CONMEBOL.com