Cree en grande.
CONMEBOL

River Plate vence Cerro Porteño e se adianta na série

River Plate vence Cerro Porteño e se adianta na série

O River Plate da Argentina derrotou o Cerro Porteño do Paraguai por 2-0 (parcial 1-0) no jogo de ida pelas Quartas de Final da CONMEBOL Libertadores 2019, partida disputada nesta quinta-feira no estádio Monumental de Buenos Aires.

Ignacio Fernández (7’, de pênalti) e o colombiano Rafael Santos Borré (64’, de pênalti) marcaram os gols do triunfo da equipe 'millonario', que deu um passo importante no caminho da classificação para as semifinais.

Com este resultado, Cerro Porteño precisa ganhar por três gols a mais na revanche, enquanto para o River, até uma derrota por um gol ou dois (se marcar gol neste segundo jogo) será suficiente para que avance para a próxima fase.    

O confronto será na próxima quinta-feira no estádio 'La Nueva Olla', em Assunção, e o vencedor deste jogo enfrentará nas semifinais o vencedor do duelo entre o Boca Juniors da Argentina e o Liga de Quito do Equador, com vantagem parcial dos 'xeneizes', que ganharam por 3-0 como visitantes no choque de ida.

Estatísticas

  • River Plate não perdeu nenhum de seus 13 jogos como local enfrentando equipes do Paraguai em CONMEBOL Libertadores (10V 3E), é a sétima vez que mantém sua zaga invicta.
  • River Plate é a equipe que tem mais pênaltis a favor na CONMEBOL Libertadores 2019: converteu três dos seis que arrematou (1/4 até antes deste jogo).
  • Cerro Porteño não efetivou nenhum arremate ao arco pela primeira vez numa partida da CONMEBOL Libertadores 2019; completou 56% dos passes que tentou (127/227), sendo também sua marca mais baixa neste torneio.
  • Marcelo Gallardo se tornou o treinador com mais jogos (57) comandando o River Plate, na história da CONMEBOL Libertadores: superou Ángel Labruna (56).
  • Nicolás De La Cruz (uruguaio), do River Plate, foi o jogador que mais gerou cartões aos seus rivais na CONMEBOL Libertadores 2019, provocou oito advertências; além disso, nenhum jogador do Millonario recebeu mais faltas (25) do que ele nesta competição.