Cree en grande.
CONMEBOL

River venceu o Boca por 2-0 no super clássico da Semifinal rumo a Santiago

River venceu o Boca por 2-0 no super clássico da Semifinal rumo a Santiago

River Plate venceu o super clássico contra o Boca Juniors por 2-0 (parcial 1-0) num emocionante confronto de ida pelas Semifinais da CONMEBOL Libertadores 2019, disputado nesta terça-feira no estádio Monumental diante de aproximadamente 70.000 espectadores.

Rafael Santos Borré (7', de pênalti) e Ignacio Fernández (69') marcaram os gols do triunfo do campeão defensor da Copa, que dominou o Boca na maioria do tempo, conseguindo evitar o perigo apresentado pelo rival nos chutes à rede do gol.

Boca terminou a partida com dez jogadores por conta da expulsão de Nicolás Capaldo (90+6), com a interferência do VAR.

O confronto decisivo será no dia 22 de outubro na Bombonera, e o Boca terá a obrigação de ganhar por 2-0, para forçar os pênaltis, ou, vencer por três gols ou mais, para reverter o resultado na série.

O vencedor enfrentará na final de 23 de novembro, em Santiago do Chile, o vencedor da semifinal entre o Grêmio e o Flamengo, cujo primeiro jogo será nesta quarta-feira.

-Estatísticas-

  • River Plate acumula seis partidas invicto ante Boca Juniors na CONMEBOL Libertadores (4V 2E), igualando a melhor marca entre ambos na competição (seis jogos sem perder para o 'Xeneize' de 1970 a 1982, com 2V 4E).
  • River Plate venceu 19 de suas últimas 20 fases de eliminação direta, nas quais ganhou a partida de ida em competições CONMEBOL; a vigésima restante foi nas Semifinais da Libertadores 2017, ante Lanús (1-0 na ida e 2-4 na volta).
  • River marcou 1-0 contra o Boca com seu sétimo pênalti a favor na CONMEBOL Libertadores 2019; mais que o dobro de qualquer outro time nesta Copa (3, Boca).  Três desses sete pênaltis foram cobrados a partir do VAR.
  • Boca acertou somente 53,5% de seus passes na primeira metade do jogo contra River; seu menor nível de precisão num primeiro tempo em 2019 (considerando todas as competições).
  • Houve sete passes na jogada que resultou no segundo gol do River contra o Boca; na CONMEBOL Libertadores 2019, o 'Millonario' não tinha marcado nenhum gol com mais de três passes prévios.
  • Marcelo Gallardo é o treinador com mais vitórias em Super clássicos da CONMEBOL Libertadores; esta foi sua 3ª vitória no comando do River, contra Boca Juniors, nesta competição, superando a Néstor Raúl Rossi, José María Silvero, Juan Carlos Lorenzo, Óscar Washington Tabárez e Carlos Bianchi (todos alcançaram dois triunfos com o 'Xeneize').
  • Gustavo Alfaro venceu somente um dos oito 'clássicos do futebol argentino' que dirigiu (4E 3D, contando unicamente partidas ante o tradicional rival): foi com Belgrano, 1-0 ante Talleres, no Clausura 2001.
  • Marcelo Gallardo disputou seu 18º duelo contra Boca Juniors desde que é o treinador do River Plate; o dobro de qualquer outro time (7V 7E 4D).
  • Iván Marcone completou 46% de seus passes nesta Semifinal contra o River; sua menor porcentagem de precisão desde que chegou ao Boca – antes deste jogo, sua menor precisão de passes também contra o River, foi pela Superliga Argentina (52,6%).

 

 

AFP

Estadísticas: OPTA