Cree en grande.
CONMEBOL

Sul-Americano Sub 17: decisiva terceira etapa do Hexagonal Final

Sul-Americano Sub 17: decisiva terceira etapa do Hexagonal Final

Segunda-feira será disputada a terceira jornada do Hexagonal Final do campeonato CONMEBOL Sul-Americano Sub 17, em que Colômbia e Venezuela se reunirão pela recuperação (17:45), Chile buscará garantir o primeiro lugar ante Paraguai (20:00) e Brasil medirá forças contra Equador (22:15) no Estádio El Teniente de  Rancagua.

O Sul-Americano Sub 17 tem apenas a Venezuela sem pontuação mas na segunda-feira vai em busca da recuperação frente a Colômbia.

A Vinotinto é a equipe que mais necessita pontos, até agora não registra nenhuma unidade, resultado de duas derrotas, sendo a última a mais dolorida, ante Brasil (4-0). Os selecionados de José Hernández precisam de uma partida positiva nesta etapa inicial do torneio para se recuperar e buscar classificação.

Enquanto isso, a Colômbia perdeu para o anfitrião, em uma partida muito disputada e igual. A equipe 'cafetera' tem três unidades depois de vencer por 2-1 na primeira etapa o Equador, e nesta segunda-feira vai procurar permanecer no posto de classificação.

O jogo marcará o início da terceira etapa do Hexagonal a partir das 17:45 no Estádio El Teniente de Rancagua. 

Estatísticas

Colômbia - Venezuela

Tem 7 partidas

Colômbia está invicta com 4 vitórias e 3 empates. Marcou 15 gols e recebeu 3

O único encontro onde Colômbia não marcou gols foi no empate 0-0 da fase de grupos 2013.

Somente uma vez Venezuela lhe marcou mais de um gol a Colômbia: 2-2 (Fase de grupos 2007)

A goleada máxima aconteceu na rodada final 2007: Colômbia 5-0

Primeira partida: Colômbia 4 – Venezuela 0 (Fase de grupos 1985)

Último encontro: Colômbia 1 – Venezuela 1 (Fase de grupos 2015)

 

A "Roja", líder exclusiva do campeonato, tem a chance de escapar de seus perseguidores e praticamente garantir sua presença no Mundial da Índia, com uma vitória ante o Paraguai. Sem mostrar um futebol de luxo, Chile tem se mostrado muito eficaz na hora de administrar os tempos e vantagens.

Com dois empates, o Paraguai buscará a primeira vitória ante Chile, que lidera a classificação com dois triunfos. A equipe do DT Gustavo MorInigo possui vontade e desejo apesar da falta de definição, puderam demonstrar uma fase positiva impondo sua capacidade de reação.

A partida começa às 20:00 no Estádio El Teniente de Rancagua. Antes do início do jogo se rendirá um minuto de silêncio em memória do Treinador uruguaio Aníbal 'Maño' Ruíz, falecido recentemente.

Estatísticas

Chile - Paraguai

Disputaram 8 partidas

Muita igualdade nos triunfos e gols realizados

Chile ganhou 3 (16 gols), Paraguai 4 (18 tantos) e empataram um

A goleada máxima foi de três tantos de diferença, uma para cada um: Chile 5 – Paraguai 2 (Fase de grupos 1993) e Chile 0 – Paraguai 3 (Fase de grupos 2011)

Primeira partida: Chile 1 – Paraguai 2 (Fase de grupos 1988)

Último encontro: Chile 0 – Paraguai 3 (Fase de grupos 2011)

 

Brasil, o escolta na ponta, busca reafirmar o seu bom momento quando enfrente o Equador. O 'canarinha' parece que despertou na fase anterior onde bateu Venezuela por 4-0, tendo na mira um dos lugaraes de classificação.

Por seu lado, o 'Minitri' ainda não conseguiu mostrar seu verdadeiro potencial ao longo do torneio, mas venceu a etapa venceu com intensidade e bom toque, onde acabou resultando num empate. No entanto, as portas de classificação permanecem abertas para a equipe.

O jogo irá fechar a terceira etapa a partir das 22:15 no Estádio El Teniente de Rancagua.

Estatísticas

Brasil - Ecuador

Registram 12 enfrentamentos

Vantagem para Brasil com 9 triunfos (34 gols a favor e 14 em contra), 2 empates e uma derrota.

A única vitória do Equador foi na fase de grupos 2007 pelo pouco habitual score 5-4.

Em um só duelo Brasil não marcou gols: empate 0-0 na fase de grupos 1986

A goleada máxima aconteceu na fase de grupos 2005: Brasil 5 – Equador 1

Primeira partida: Brasil 2 – Equador 0 (Fase de grupos 1985)

Último encontro: Brasil 2 – Equador 1 (Rodada final 2015)

 

Árbitros e Delegados

CONMEBOL.com

Estatísticas: Eduardo Bolaños