Cree en grande.
CONMEBOL

Sul-Americano Sub 17: Paraguai, Chile e Brasil conquistam boleto rumo à Índia

Sul-Americano Sub 17: Paraguai, Chile e Brasil conquistam boleto rumo à Índia
Com suas vitórias nesta 5ª feira no marco do CONMEBOL Sul-Americano Sub 17, a albirrojita, a rojita e a canarinha se classificaram ao encontro mundial. A última vaga disponível será disputada entre Colômbia, Equador e Venezuela.

 

Paraguai bate Venezuela e se classifica 

A seleção do Paraguai venceu por 3-1 a da Venezuela no Sul-Americano Sub-17 nesta quinta no Chile, e foi o primeiro a classificar ao Mundial da categoria que se disputará em outubro na Índia.

As anotações guarani foram marcados por Roberto Fernandez aos dois minutos, Fernando Romero (20) e Alan Rodriguez (54), com os quais ganhou oito unidades que os classifica ao mundial, enquanto que para a Venezuela anotou Cristian Casseres aos 90'+1.

Apenas começou o jogo, Paraguai empurrou do lado esquerdo para obter um tiro de esquina que Fernández de cabeça anotou o gol que consolidava a classificação para a Copa do Mundo da Índia.

Depois de uma jogada, o criativo Julio Báez, que, com a cabeça para cima, viu seu companheiro de equipe Leonardo Sanchez, que sozinho na direita acertou um tiro cruzado que venceu o goleiro venezuelano Carlos Olses, e na boca do arco, o centroavante Romero empurrou a bola convertendo um sonho em realidade: o Paraguai estava classificado na Copa do mundo.

Venezuela não mostrou grandes jogadas de perigo, viu-se desapontada e desordenada, prevendo seu futuro negro, e embora as ações controladas por várias passagens da partida dificilmente poderia descontar mediante lançamento de pênalti de Casseres, quase ao finalizar o encontro.

Enquanto isso, o Paraguai realizou jogo rápido nas bandas, com seu excepcional atacante Fernando Romero que escapou pela esquerda quase até a linha de chegada e lançou um centro que, após alguns rebotes, foi parar em Rodriguez, que marcou o terceiro e firmou as passagens para a Índia.

Este será o quarto mundial do Paraguai. O último foi em 2015 jogado no Chile.

 

Chile ganha 1-0 o Equador e parte ao Mundial

A seleção do Chile alcançou a passagem ao Mundial Sub-17 ao derrotar 1-0 a do Equador num batalhado jogo válido nesta quinta pelo hexagonal final do Sul-Americano, resultado que também classificou o Brasil.

A Canarinha, com sete unidades, avançou automaticamente e se une ao Paraguai (8) e ao próprio Chile (9) na máxima competição da categoria.

La Roja conseguiu a classificação graças ao gol do lateral direito Benjamín Zúñiga aos 34 minutos, que levará o selecionado local a seu quarto Mundial. O último foi o que organizou em 2015.

Enquanto isso, o Equador fica com um ponto e vai jogar sua última chance no domingo, a última data do Sul-Americano deve vencer a Venezuela e a Colômbia esperar a perder com o Paraguai.

Enquanto o Equador parecia que sua equipe que controlava bem a bola, Chile, ao contrário dos jogos anteriores, deixou sua postura defensiva, avançou suas linhas e gradualmente encurralou seu rival, para se tornar o dono do jogo com um bom toque.

O jogo aéreo, um aliado do Chile em todo o Sul-Americano, mais uma vez respondeu após o tiro de esquina esquerdo que conectou o lateral Zuniga para provocar a loucura da torcida, com cerca de 11.000 pessoas no estádio El Teniente.

Em seguida, Equador teve alguma aproximação na área do Chile, mas não alterou o resultado na primeira etapa.

Já pressionada, a equipe equatoriana entrou na segunda fase para encontrar o empate, e apesar de ter tido mais tempo com a bola, seu esquema veio abaixo com o cartão vermelho de Joseph Espinoza por um pontapé no chileno Branko Provoste.

Chile se dedicou a manejar a bola até o final do jogo, que se transformou em festa com gritos e abraços de jogadores, treinadores e fãs no El Teniente da cidade chilena de Rancagua.

 

Brasil goleia 3-0 a Colômbia e confirma sua classificação 

Brasil goleia Colômbia 3-0 e confirma classificação ao Mundial da categoria.

Os gols para o Brasil foram obra de sua máxima estrela Vinicius aos 24 e 52 minutos, e Alerrandro (69). O plantel brasileiro chegou classificado a este jogo trás o triunfo do Chile, que também disputará o Mundial, sobre Equador 1-0 no anterior encontro desta penúltima data.

Contudo, a Colômbia ainda tem chance, no domingo, onde deverá ganhar ou empatar com Paraguai (igualmente classificado).

Com o primeiro objetivo conquistado antes mesmo da bola rolar, a Seleção Brasileira entrou em campo focado na luta pelo título do Sul-Americano. Pela manutenção da liderança do Hexagonal Final, o Brasil foi em busca da vitória e apostou na velocidade para pressionar a Colômbia. Principal arma ofensiva, Vinícius Jr quase abriu o placar aos 13 minutos em toque de cobertura, mas a bola acabou indo para fora. Aos 24, o camisa 11 não perdoou e fez 1 a 0 após passe de Alan.

A vantagem brasileira aumentou na volta do intervalo. Novamente em trama armada por Alan, Vinícius Jr ficou frente a frente com o goleiro e tocou rasteiro na saída de Kevin Mier. O gol foi o sétimo do artilheiro da competição. Incansável, Alanzinho continuou distribuindo belos passes e chegou à terceira assistência na partida aos 24 minutos. Desta vez quem se aproveitou da criatividade do camisa 10 foi Alerrandro, que usou a cabeça para sacramentar a vitória brasileira por 3 a 0.

Assim, Brasil irá ao seu 16º Mundial da categoria, dos quais ganhou três, o último há 14 años na Finlândia.

A verde-amarela também tem a primeira opção de ganhar o Sul-Americano se vencer Chile na última data. Este torneio já conquistou onze vezes, passando a ser a seleção que mais vezes ergueu o troféu.

 

AFP