Cree en grande.
CONMEBOL

Sul-Americano Sub 17: penúltima rodada do Hexagonal final para conhecer os primeiros classificados

Sul-Americano Sub 17: penúltima rodada do Hexagonal final para conhecer os primeiros classificados

Nesta 5ª feira será disputada a penúltima data do Hexagonal Final do CONMEBOL Sul-Americano Sub 17, jornada onde poderiam concretizar as primeiras classificações ao Mundial da categoria na Índia. Abrirão a disputa no estádio El Teniente de Rancagua o jogo Paraguai x Venezuela (17:45); logo Chile x Equador (20:00) e Brasil contra Colômbia (22:15).

Em interessante duelo começará a definitória penúltima data do Hexagonal Final, Paraguai (5 pontos), com performance renovada, ante Venezuela (1 ponto), que já não possui margem de erro se quiser aspirar a um cupo de classificação.

A ‘Albirrojita’ se mostra invicta nesta fase final com dois empates e um triunfo de valia ante o anfitrião. Os dirigidos por Gustavo Morínigo com uma vitória nesta data estariam assegurando um lugar no mundial da categoria e poderiam colocar a mira no troféu de campeão do Sul-Americano.

Uma realidade distinta é a da Venezuela, de bom toque mas a desejar ainda na defesa, com uma só unidade no torneio, resultando impostergável o triunfo ante o Paraguai, para sonhar com o encontro mundialista e replicar o feito da Sub-20

O jogo está marcado para 17h45 (locais) no estádio El Teniente de Rancagua.

Estatísticas

Paraguai - Venezuela

Disputaram 11 encontros

Paraguai leva vantagem: 6 triunfos (19 gols a favor e 10 contra), 2 derrotas e 3 empates

Enfrentaram-se pela terceira rodada da fase de grupos do atual torneio com empate 2-2. Galeano e Morínigo marcaram para o Paraguai e Ferreira e Hurtado para a Venezuela.

Os únicos êxitos da Venezuela foram: Fase de grupos 2007 (2-1) e Rodada final 2013 (1-0)

A máxima goleada foi na fase de grupos 1997: Paraguai 3-0

Primeiro jogo: Paraguai 1 – Venezuela 0 (Fase de grupos 1988)

Último encontro: Paraguai 2 – Venezuela 2 (Fase de grupos 2017)

O segundo duelo está Chile (6pontos) que buscará selar seu boleto ao mundial quando enfrentar um necessitado Equador (1 ponto), que não pode falhar nesta jornada se não quiser ficar de mãos vazias ao finalizar o torneio.

Com o orgulho ferido por perder a liderança seu invicto ante o Paraguai, Chile buscará obter sua vaga para o Mundial que se celebrará no próximo outubro na Índia, com o apoio de sua gente por sua condição de anfitrião, que também o obriga a pensar no título do campeonato sul-americano.  

Só o triunfo serve ao Equador para continuar na briga pela classificação. A ‘Minitri’ só somou uma unidade nas primeiras três datas do Hexagonal e terá que sair em busca da vitória desde os primeiros minutos de jogo, ante o duro conjunto chileno.

O jogo se disputará às 20h00 (locais) no coliseu El Teniente de Rancagua.

Estatísticas

Chile - Equador

Levam 8 partidas

Chile ganhou 3 (10 gols), Equador 4 (15 tantos) e empataram o restante

Enfrentaram-se pela quinta jornada da fase de grupos do atual certame, com vitória do Chile 1-0 com gol contra de Jackson Porozo.

Ademais deste, só em um cotejo a mais Equador não marcou gols sobre o Chile: derrota 1-0 na fase de grupos 2009

Máxima goleada foi em 1985: Equador 4 – Chile 0

Primeiro jogo: Chile 0 – Equador 4 (Fase de grupos 1985)

Último encontro: Chile 1 – Equador 0 (Fase de grupos 2017)

 

No encerramento da data, o líder Brasil (7pontos) enfrenta a Colômbia (4 pontos). A ‘Canarinha’ foi a mais efetiva durante as rodadas finais portanto resulta impensado que fique fora do próximo mundial.

Certeiro nos metros finais e com mostras de qualidade de seu astro Vinicus foram fundamentais para o Brasil, para hoje estar na primeira colocação às portas de um novo mundial e de conquistar o título do torneio sul-americano.

Do outro lado, Colômbia se encontra prestes a conquistar uma vaga para o mundial. O time ‘cafetero’ deverá redobrar esforços para conseguir os três pontos que garantam sua classificação e não depender de outros resultados.

O jogo começa às 22h15 (locais) no estádio El Teniente de Rancagua. 

Estatísticas

Brasil - Colômbia

Registram 16 enfrentamentos

Brasil ganhou 9 (29 gols), Colômbia 3 (15 tantos) e empataram 4

Só no nono jogo do histórico, a Colômbia pôde vencer o Brasil. Foi 1-0 na rodada final 2003.

A máxima goleada foi a do Brasil em duas ocasiões com quatro tantos de diferença: 4-0 (Fase de grupos 2001) e 5-1 (Fase de grupos 2011)

Primeiro jogo: Brasil 1 – Colômbia 0 (Fase de grupos 1985)

Último encontro: Brasil 0 – Colômbia 1 (Rodada final 2015)

 

Árbitros e Delegados

 

CONMEBOL.com

Estatísticas: Eduardo Bolaños