Cree en grande.
CONMEBOL

UAI Urquiza sagra-se campeão no Futebol Feminino da AFA

×

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: und em eval() (linha 1 de /data/www.conmebol.com/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_argument_default_php.inc(66) : eval()'d code).
UAI Urquiza sagra-se campeão no Futebol Feminino da AFA

O time UAI Urquiza venceu por 4 a 0 no jogo de volta da final da Copa de Ouro e saiu campeão da Primeira Divisão "A" da AFA pela quarta vez. Mariana Larroquette,  em três ocasiões, e Florencia Bonsegundo marcaram os gols do Furgón, que também conquistou um passe para a próxima Copa Libertadores.

Depois de fazer um grande torneio, terminando na primeira posição da tabela, e deixando atrás o River Plate na semifinal da Copa de Ouro, Las Guerreras disputaram a final frente o Boca Juniors. Na partida de ida, disputada no bairro  La Boca, as Xeneixes venceram por 2 a 1, colocando as atletas "furgoneras" em uma situação de vencer ou vencer no Villa Lynch para mudar a história.

- Os gols -

Com dois minutos de jogo, Florencia Bonsegundo transbordou e fez um ótimo cruzamento para Mariana Larroquette, que de cabeça abriu o placar igualando o resultado geral. 

O conjunto de Villa Lynch colocou tudo na ofensiva e continuou gerando situações de perigo. Aos 14 minutos, Larroquette capturou uma bola dentro da área que invadiu o arco do Minnig pela segunda vez, colocando o Furgón na frente da série. Desta forma, as jogadoras lideradas por Germán Portanova foram para o intervalo vencendo por 2-0.

O início do complemento seria uma réplica do primeiro tempo, já que aos cinco minutos Larroquette apareceu novamente, e com um chute cruzado de fora da área colocou o terceiro da tarde para que Las Guerreras chegassem perto de acariciar o título.

Foi Florencia Bonsegundo quem encerrou definitivamente a série: a capitã do Furgón e a Seleção Argentina, que agora continuará sua carreira esportiva na Espanha, definiu com sutileza por cima do goleiro e colocou o final 4 a 0.

Desta forma, a UAI Urquiza venceu por 5-2 no global e ergueu a Copa de Ouro 2017/18, sagrando-se pela quarta vez na categoria mais alta do futebol argentino. Além disso, as jovens atletas conseguiram o único espaço disponível para disputar a próxima Copa Libertadores, que será em Manaus, Brasil.

- A temporada -

- 26 triunfos

- 1 empate 

- 2 derrotas

É a terceira equipe mais vencedora na história do futebol feminino com 4 títulos, atrás do Boca com 23 e River com 11.

- Testemunhos - 

Mariana Larroquette:"Embora seja o meu terceiro campeonato, sinto como se fosse o primeiro. É uma grande alegria jogar um campeonato tão longo e chegar a esta fase. Foi o meu único gol desde que cheguei à UAI Urquiza. Realmente estou feliz, vai ser a primeira CONMEBOL Libertadores com UAI Urquiza. Foi um ano excelente, não posso pedir mais, estou no melhor time da Argentina".

Florencia Bonsegundo: "Este é o meu terceiro campeonato com o clube, é um sentimento agridoce. Agora é diferente porque eu tenho que sair. E eu não tinha permissão para ir sem o troféu, ia doer muito, então eu sinto que estou indo muito feliz. Fomos  superiores desde o minuto zero. Dominamos a partida e jogamos com maior tática que no último domingo. A satisfação é enorme, conseguimos outro título e a classificação para a Copa. Agora é momento de prepararação para o que está por vir, que vai ser muito bom. Também saio feliz por ter marcado um gol, na hora da comemoração a minha mãe me esperava e fui abraçá-la, foi uma loucura. A família e outras pessoas terem vindo ao torneio foi muito importante para nós".

Miriam Mayorga: "Ser campeãs neste clube significa muito, nós merecemos pelo esforço que fazemos todos os dias. Isto também é para nossas famílias, que hoje alguns deles vêm do interior do país, outros assistem graças à televisão. A satisfação é enorme, todos os dias nos dedicamos e sacrificamos muitas coisas também. Eu acredito que conseguimos demonstrar como funciona o nosso jogo e o que significa jogar em UAI Urquiza".