Cree en grande.
CONMEBOL

Um dos pilares da Comissão Médica e Unidade Antidopagem da CONMEBOL: prevenção

Um dos pilares da Comissão Médica e Unidade Antidopagem da CONMEBOL: prevenção

A Comissão Médica e a Unidade Antidopagem CONMEBOL realizaram palestras educativas sobre prevenção do Câncer de Mama e Educação Antidopagem para as 16 delegações participantes da CONMEBOL Libertadores Feminina 2019, disputada no Equador.

A participação foi de aproximadamente 400 pessoas entre jogadoras e oficiais de equipe pertencentes ao corpo técnico das diferentes delegações que participam da CONMEBOL Libertadores Feminina 2019.

A atividade foi participativa e receptiva, cumprindo, assim, o objetivo de conscientizar sobre o antidoping e a prevenção do Câncer de Mama.

O principal mecanismo de prevenção e combate ao doping é a difusão do processo de controle e dos procedimentos praticados nas amostras, a educação sobre as consequências do uso de substâncias proibidas nas competições e, principalmente, salvaguardar a saúde das jogadoras.

Essas palestras educativas fazem parte das atividades do Programa de Prevenção ao Doping e da promoção do jogo limpo para os jogadores e a equipe técnica de todas as delegações que participam dos diferentes torneios realizados pela CONMEBOL. O Programa foi iniciado em 2018, estabelecendo-se como uma constante desde então em todos os torneios desenvolvidos pela entidade do futebol sul-americano.

Delegações:

Argentina: UAI –Urquiza.

Bolívia: Mundo Futuro-Oriente Petrolero.

Brasil: Ferroviária Futebol S/A e Sport Club Corinthians Paulista.

Chile:Colo Colo e Santiago Morning.

Colômbia: Huila América e Deportivo Independiente de Medellín.

Equador: D. Cuenca e Club Ñañas.

Paraguai: Cerro Porteño e Sportivo Libertad-Limpeño.

Peru: Municipalidad Distrital Majes.

Uruguai: Peñarol.

Venezuela: Estudiantes De Caracas S.C.

 

 

 

 

CONMEBOL.com