Cree en grande.
CONMEBOL

Uma festa de luxo no futebol: Mundial Rússia 2018!

Uma festa de luxo no futebol: Mundial Rússia 2018!

Um show musical que promete ser "inesquecível" acompanhado por um 'jogo bonito' com Ronaldo como embaixador e a partida entre Rússia e Arábia Saudita dará luz verde à Copa do Mundo Rússia-2018 na quinta-feira.

Música, amor e futebol

Meia hora antes do início do jogo, programado para as 18:00 (15h00 GMT), as luzes serão acesas no Estádio Luzhniki, em Moscou, e um intenso show musical tomará conta da pista.

O inglês Robbie Williams com a aclamada soprano russa Aida Garifullina levará o show que cantará ao futebol e Rússia por um mês, será capturará pelos olhos dos fãs do esporte rei.

Talvez com a sua famosa canção 'Feel', Williams estremeça os 80.000 espectadores e milhões de torcedores que acompanharão à distância uma abertura que promete ser "inesquecível".

Uma poesia aos 'deuses' do futebol 

O 'Fenômeno' Ronaldo será quem personificará a glória do futebol, sendo acompanhado pelos 736 jogadores que participam no Mundial.

"Ninguém sabe o que vai acontecer nas quatro semanas do campeonato, mas todo mundo tem certeza de que será inesquecível", afirmou o artilheiro brasileiro que ergueu a Copa nos Estados Unidos em 1994 e na Coreia-Japão em 2002.

Em solo russo, a 'canarinha' que o catapultou para a glória é uma das seleções favoritas do título, destacando a presença de Neymar, a jóia do ataque brasileiro.

Lionel Messi e Cristiano Ronaldo também vêm coroar sua carreira na Rússia e em grande forma aparecem os uruguaios Edinson Cavani e Luis Suárez, os "cafeteros" Radamel Falcao e James Rodríguez, além do peruano Paolo Guerrero.

Rússia no seu Mundial 

O anfitrião quer desfrutar do seu Mundial, ir às Oitavas de Final e jogar relaxado contra um grande da Europa para sair plenamente satisfeito do torneio.

A Arábia Saudita será o primeiro obstáculo da equipe liderada por Stanislav Cherchesov.

Pizzi guia os ‘reis do deserto’

Sem pressão e com o objetivo de dar aos favoritos do Grupo A algumas dores de cabeça, assim é como chega Arábia Saudita.

Em uma série que tem o Uruguai como favorito e o Egito aguarda a evolução do machucado Mohamed Salah, os liderados por Juan Antonio Pizzi aparecem como a equipe que as demais seleções temem em um Mundial.

O holandês Bert van Marjwik classificou os sauditas na Copa do Mundo, o argentino Edgardo Bauza o substituiu por dois meses e Pizzi assumiu a posição após um tempo de transição.

A Copa do Mundo vem com bons sentimentos graças a uma derrota apertada (2-1) ante o campeão mundial Alemanha.

Mas um triunfo dos árabes contra a Rússia seria um duro golpe para digerir a Copa, onde eles são os anfitriões.

Números de Rússia – Arábia Saudita:

Primeiro enfrentamento dentro de uma Copa do Mundo  

Rússia: Resultado positivo em seus 40 confrontos (17 – 8 – 15)

Acumula 5 partidas sem vitórias em Copas do Mundo. A última ocorreu ante Túnez 2-0 (Titov, Karpin de pênalti) no dia 5 de junho de 2002

Arábia Saudita: Retorna aos Mundiais depois de 12 anos de ausência.

Ganhou apenas 2 dos 13 jogos que disputou, ambos em 1994: Marrocos 2-1 e Bélgica 1-0.

 

 

 

 

AFP

Números: Eduardo Bolaños