Cree en grande.
CONMEBOL

Umas 16.000 pessoas visitaram e tiraram fotos com a taça Libertadores

Umas 16.000 pessoas visitaram e tiraram fotos com a taça Libertadores

A Copa das pessoas, o mítico troféu que premia anualmente a melhor equipe do continente a nível de clubes, e que foi exposta durante os días prévios à final na cidade de Medelim, esteve com os torcedores que conseguiram a postal inesquecível para todo fã de futebol: estar ao lado da Copa Libertadores. 

A exposição do símbolo criado pelo ourives italiano Mario Cammuso em 1959 para distinguir o campeão do certame, foi possível graças ao apoio da Prefeitura de Medelim e do Instituto de Esportes e Recreação —INDER—, no marco do plano de convivência proposto como parte do espírito da Final da Copa Bridgestone Libertadores 2016.

Festa, cor e calor popular em Medelim a cidade da eterna primavera ou tazita de plata como também é conhecida, com a presença do troféu da Copa Libertadores da América, que na quarta-feira à noite coroará o campeão 2016, do ano do Centenário da CONMEBOL. 

O reporte final trás os dois dias de exposição do troféu, no Instituto Nacional de Esportes e Recreação (INDER) de Medelim, dá conta de que uns 16.000 torcedores visitaram o troféu e puderam tomar uma foto instantânea com ela. "É a taça do povo, está onde tem que estar, com os torcedores", dizia David Espinal, que esteve de pé durante duas horas formando fila para chegar a esses dez segundos eternos, o tempo que levou se aproximando ao troféu e tirar a foto para a eterna lembrança. 

Um troféu que teve o zeloso custódio da torcida organizada "Los del Sur", que foram os guardiães da Copa e que ajudaram em toda a logística para a exposição, que teve ordem, controle e muito respeito por parte de cada um dos visitantes que chegaram ao INDER seja caminhando, de carro, de moto, até de cadeira de rodas; em sua maioría com a camisa do Atlético Nacional, com disfarces, e todo tipo de roupas esportivas para a postal da lembrança.  

Juan David Valderrama, diretor do INDER deixou suas impressões trás estes dois dias intensos de festa popular ao redor da COPA. "Todo mundo que veio foi embora feliz. Isto  beneficiou a cidade: vimos ruas com uma alegria coletiva e na parte econômica também, está sendo uma festa", indicou. 

O troféu da Libertadores, que pela primeira vez foi exibido ao público na Colômbia, antes esteve no país em 1985, 1989, 1995 e 2004, nas finais disputadas pelo América de Cali, Atlético Nacional e Once Caldas.

 

conmebol.com