Cree en grande.
CONMEBOL

Vinícius e um protagonismo estratégico

Vinícius e um protagonismo estratégico

Vinicus Jr, mejor jugador del Sudamericano Sub 17

Lincoln letal delantero de Brasil.

A Seleção Brasileira Sub 17 é campeã do Sul-Americano da categoria e alcançou o passe para o Mundial da Índia, com muita solvência, poder ofensivo implacável e flashes de alta qualidade baseado no jogo de um protagonista estratégico chamado Vinícius Junior, um garoto de 16 anos que tornou-se símbolo da Verde-Amarela, guiado pela equipe até conquistar o seu 12º título da categoria com sua tremenda capacidade goleadora.

Com 7 gols, Vinícius recebe os elogios como o melhor artilheiro do Sul-Americano Sub 17 realizado recentemente no Chile, que terminou com o 'Scratch' levantando o troféu de campeão e com um boleto para o Mundial da Índia da categoria.

Além da sua capacidade goleadora, o jovem astro nascido em São Gonçalo (Rio de Janeiro), possui um talento inato para o drible, sprint curtos, visão de jogo, e definição precisa.

O número '11' da "Canarinha" tem uma chegada letal na área, acrescentando seus passes sutis com a perna direita e uma fenomenal precisão com os tiros de longa distância.

O pequeno astro, eleito como jogador mais valioso do torneio, surgiu do poderoso Flamengo do Rio de Janeiro, mas ainda não debutou na primeira divisão. O 'Fla' já assegurou a sua jóia por um preço exorbitante devido o interesse gerado no colosso Europeu, que já estão de olho no promissor jovem brasileiro.

Vinicius Jr. posando com o troféu de melhor jogador do #Sul-AmericanoSub17 pic.twitter.com/Vq0dEWfUvb

— CONMEBOL.com (@CONMEBOL) 20 de março de 2017

O Brasil festeja com o futebol puro destilado pela sua Seleção Sub 17, que sem muito esforço ganhou o Hexagonal Final. Vinicius Jr (11) formou um trio temível no ataque com Lincoln (9) (tinha 5 gols) e Alán Souza (10)(3 gols); jogadores destacados pelo Grupo de Estudo Técnico da CONMEBOL. Ambos estiveram nas posições de vanguarda da tabela de artilheiros do campeonato, assim como o '11' do Brasil que terminou no topo.

De uma envergadura importante, Lincoln, formado no Grêmio de Porto Alegre, possui grande capacidade no pivô, de precisão exata, com grande poder para o pique e cabeçada imponente.

Alan (10) é talento puro de estatura pequena, o que lhe permite rapidez e habilidade no 1 contra 1. O seu jogo vertical trouxe bons resultados para a dianteira brasileira, recordando também dos seus passes precisos para os encarregados dos tantos.

"Esta equipe foi muito consistente, vencemos por 5-0 o último jogo. Todos as partidas foram muito difíceis, foi um torneio onde demonstramos ser uma equipe equilibrada", afirmou o pequeno atacante brasileiro, após a conclusão da partida de domingo.

Os especialistas do futebol anunciam um horizonte do Brasil além do Mundial da Índia em outubro, onde o 'Scratch' se anota como favorito para conseguir um novo título. Vinicius já é visto como o novo "Neymar", que guiará os novos rumos do esquadrão Brasileiro.

 

 

CONMEBOL.com