NOTICIAS DESTACADAS

Uruguay se estrena con un empate ante Corea del Sur
Uruguay se estrena con un empate ante Corea del Sur
A pura ilusión: Argentina comienza su sueño mundialista 
A pura ilusión: Argentina comienza su sueño mundialista 
Alejandro Domínguez: “Aquí mostramos la esencia y las raíces del mejor fútbol del mundo”   
Alejandro Domínguez: “Aquí mostramos la esencia y las raíces del mejor fútbol del mundo”   

Dida, o lendário goleiro brasileiro

  • O guarda-redes brasileiro conquistou a Copa do Mundo, a CONMEBOL Copa América e a CONMEBOL Libertadores.

Nascido em 7 de outubro, mas de 1973, Nelson de Jesus Silva, mais conhecido pelo apelido de ‘Dida’ marcou história no arco da Seleção Brasileira, ganhando um Mundial e, com a camisa do Cruzeiro, alcançando a Glória Eterna.

Teve que migrar de sua cidade natal de Irará para estrear no Esporte Clube Vitória da Bahia, passando por vários times importantes do futebol brasileiro como Cruzeiro, Corinthians, Internacional de Porto Alegre, entre outros, para logo levar seu talento ao futebol europeu, sendo uma referência no A.C. Milan.

A rica história com a Seleção Canarinho

Suas boas atuações o conduziram a erguer a taça do Mundial Sub-20 Austrália 1993. O arqueiro rapidamente foi seguindo o rumo das estrelas. Com grandes reflexos, pernas ligeiras e defesas milagrosas, os holofotes brilharam na trajetória do gigante do gol.

Com a seleção brasileira disputou em 3 mundiais, ganhando um deles no Coreia-Japão 2002.

Um de seus melhores momentos entre as traves do Brasil foi durante a CONMEBOL Copa América 1999, integrando uma equipe de astros com Rivaldo, Ronaldo, Cafu, Ronaldinho entre outros grandes emblemas.

Entre vários outros títulos com o Brasil se destacam suas 2 Copas das Confederações conquistadas em 1997 e 2005. A medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atlanta, Estados Unidos, em 1996.

  • Disputou 92 jogos com a seleção absoluta.

Um jogador de elite

Em nível de clubes teve várias passagens gloriosas com atuações inesquecíveis, como aquela realizada na CONMEBOL Libertadores em 1997 com a camisa do Cruzeiro, jogando a final contra o peruano Sporting Cristal, sendo um dos estandartes do conjunto.

Dida se destaca por ser um dos poucos goleiros em ganhar a CONMEBOL Libertadores e a UEFA Champions League. Ademais, também foi campeão na CONMEBOL Recopa e bicampeão na Supercopa da Europa e Mundial de Clubes.

Seus últimos vislumbres voando entre as traves, pegando pênaltis e impressionando o público nas arquibancadas foram quando retornou ao Brasil, jogando pela Portuguesa, Grêmio e finalmente se aposentando no Internacional de Porto Alegre em 2016.

-Números de Dida-

  • Copa Mundial FIFA Coreia-Japão 2022, Brasil (campeão).
  • CONMEBOL Copa América Paraguai 1999, Brasil (campeão).
  • Copa FIFA Confederações 1997 e 2005, Brasil (campeão).
  • Jogos Olímpicos 1996, Brasil (ouro).
  • CONMEBOL Libertadores 1997 – Cruzeiro (campeão).
  • UEFA Champions League 2003 e 2007, A.C. Milan (campeão).
  • Supercopa da Europa 2003 e 2007, A.C. Milan (campeão).

CONMEBOL.com/AFP/OPTA.

Últimas Noticias