NOTICIAS DESTACADAS

Con un encendido Richarlison, Brasil consigue su primer triunfo
Con un encendido Richarlison, Brasil consigue su primer triunfo
Uruguay se estrena con un empate ante Corea del Sur
Uruguay se estrena con un empate ante Corea del Sur
A pura ilusión: Argentina comienza su sueño mundialista 
A pura ilusión: Argentina comienza su sueño mundialista 

Faltando 50 dias para o Mundial: Uruguai, um gigante com garra

  • Uruguai é uma seleção com uma longa história na Copa do Mundo: sagrou-se campeão duas vezes e sediou a primeira edição.

  • A Celeste, 13ª no Ranking Mundial da FIFA, conta com grandes emblemas como Luis Suárez e Diego Godín, e uma nova geração de estrelas como Federico Valverde e Darwin Núñez, que prometem continuar mostrando ao mundo a garra charrúa.

Como está chegando

A seleção uruguaia teve altos e baixos nas Eliminatórias Sul-Americanas e lutou até o final para garantir sua vaga no Catar 2022. Depois de 15 anos sob a direção técnica do histórico Maestro Tabárez, Diego Alonso assumiu o comando da equipe. Com uma etapa final esmagadora, a Celeste alcançou 28 pontos e ficou em terceiro lugar nas Eliminatórias.

Na Copa América 2021 realizou uma boa Fase de Grupos, mas perdeu nos pênaltis para a Colômbia nas Quartas de Final, após um empate sem gols no tempo regulamentar. Neste ano de 2022 perdeu apenas um jogo (amistoso contra o Irã), tendo ainda 6 vitórias (4 nas Eliminatórias), 1 empate e 1 derrota.

O craque

Luis Suárez é o astro da Celeste. Um dos melhores artilheiros do mundo, ex-campeão mundial com o Barcelona e, no momento, passando por uma aventura extraordinária no Nacional, clube que o viu nascer.

El Pistolero é o jogador com o maior número de gols marcados (68) em 132 jogos com a camisa uruguaia. Catar 2022 será sua quarta Copa do Mundo. Anteriormente, disputou 13 partidas com uma média de 0,54 gols (7 gols) e chegou a um histórico quarto lugar na África do Sul 2010.

O experiente atacante natural de Salto estará muito bem acompanhado numa equipe que conta com novos e grandes craques internacionais: Ronald Araujo (Barcelona), Rodrigo Bentancur (Tottenham), Federico Valverde (Real Madrid), Darwin Núñez (Liverpool), Facundo Torres (Orlando City) e Facudo Pellistri (Manchester United).

O técnico

Diego Alonso é o diretor técnico do Uruguai desde o início de 2022, quando substituiu o lendário Maestro Tabárez. Seu primeiro objetivo foi fazer com que a seleção se classificasse para o Mundial e, sem a menor dúvida, conseguiu com um rendimento sólido e grandes resultados.

 

Embora sua experiência em nível de seleções seja recente, conquistou títulos como treinador de times mexicanos. Foi bicampeão da CONCACAF Champions no comando do Pachuca (2016/17) e do Monterrey (2018/19).

Como jogador, Alonso participou da Copa América 1999 com a seleção charrúa, que foi vice-campeã, e participou das Eliminatórias Sul-Americanas para o Mundial 2002.

A história

O Uruguai conquistou duas vezes a Copa do Mundo da FIFA. Em 1930, como anfitrião do primeiro Mundial, e no Brasil 1950, com um inesquecível final no Maracanã. Na tabela histórica da Copa do Mundo, ocupa a nona posição com 84 pontos.

Participou nos últimos três Mundiais e em todos conseguiu passar a Fase de Grupos. Seu desempenho mais memorável nos últimos tempos foi na África do Sul 2010, onde chegou às Semifinais e perdeu por 3-2 para a Holanda.

Os adversários do Uruguai no Catar 2022

A seleção dirigida por Diego Alonso fará parte do Grupo H. Caso se classificar para a seguinte rodada, enfrentará uma equipe do Grupo G (Brasil, Sérvia, Suíça e Camarões) nas oitavas de final. Seus adversários na Fase de Grupos:

  • Coreia do Sul. 24 de novembro, 16h00 (GMT+3), no Estádio Cidade da Educação.

  • Portugal. 28 de novembro, 22h00 (GMT+3), no Estádio Lusail.

  • Gana. 2 de dezembro, 18h00 (GMT+3), no Estádio Al Janoub.

CONMEBOL.com/OPTA

Fotos: Arquivo/AUF.

Últimas Noticias