NOTICIA DESTACADA

Equipos históricos buscan su lugar en cuartos de la CONMEBOL Sudamericana
Equipos históricos buscan su lugar en cuartos de la CONMEBOL Sudamericana
Semana de definiciones en los Octavos de Final
Semana de definiciones en los Octavos de Final
Los números y estadísticas previas al inicio de la CONMEBOL Copa América Femenina 2022
Los números y estadísticas previas al inicio de la CONMEBOL Copa América Femenina 2022

Equador e Chile terminam em empate na 6ª jornada

nuevo_proyecto_-_2021-09-05t193720

Equador empatou com o Chile sem gols neste domingo em Quito na sexta jornada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Qatar-2022, e conservou a terceira posição com 13 pontos.

‘La Roja’, por outro lado, soma 7 unidades e ainda continua fora da zona de classificação.

Chile mostrou-se organizado e muito cuidadoso no ataque para não arriscar o empate e, graças ao seu caprichoso trabalho defensivo, conseguiu beliscar 1 ponto do Equador.

Na próxima quinta-feira, Equador visitará o Uruguai; e Chile vai para a Colômbia pela décima jornada.

– Números do jogo –

  • Equador e Chile não empatavam nas Eliminatórias CONMEBOL desde a classificação para a África do Sul 2006 (0-0 em Santiago). Desde aquelas eliminatórias, a equipe que jogou como local sempre triunfou (3 vitórias e 3 derrotas por lado).
  • Equador empatou uma partida das Eliminatórias CONMEBOL após 15 encontros (5V 10D): não empatava desde o 2-2 contra a Bolívia nas Eliminatórias para a Rússia-2018.
  • Foi o primeiro 0-0 protagonizado pelo Equador em Eliminatórias CONMEBOL desde setembro de 2008 (x Uruguai). Entre aquele jogo e este houve 51 partidas com, pelo menos, 1 gol a favor ou contra do ‘La Tri’.
  • Equador (11) e Chile (11) juntos realizaram 22 finalizações: apesar do 0-0, o encontro esteve por cima da média de disparos por jogo das atuais Eliminatórias CONMEBOL (20.7)
  • Paul Díaz, do Chile, somou dois desvios e soma 26 nas atuais Eliminatórias CONMEBOL passando a ser o jogador chileno com mais desvios realizados na atual competição.
  • Equador teve, em média, maior posse que Chile (53.7% a 46.3%). A posse foi dividida em dois grandes blocos: até a expulsão de J. Sornoza no minuto 63 foi 61.7% x 38.3% a favor do ‘La Tri’, e desde esse momento, 65.2% x 34.8% a favor do ‘La Roja’.

 

 

 

AFP – OPTA

Ultimas Noticias