NOTICIA DESTACADA

Equipos históricos buscan su lugar en cuartos de la CONMEBOL Sudamericana
Equipos históricos buscan su lugar en cuartos de la CONMEBOL Sudamericana
Semana de definiciones en los Octavos de Final
Semana de definiciones en los Octavos de Final
Los números y estadísticas previas al inicio de la CONMEBOL Copa América Femenina 2022
Los números y estadísticas previas al inicio de la CONMEBOL Copa América Femenina 2022

Liga de Quito e Santos triunfam como locais

liga_de_quito

Liga de Quito e Santos triunfaram quinta-feira nos jogos de ida das quartas de final da CONMEBOL Sudamericana 2021, não obstante, a escassa margem dos resultados poderia deixá-los em apertos nos confrontos de volta.

Monarca da CONMEBOL Sudamericana em 2009, um ano depois de ter conquistado a CONMEBOL Libertadores, Liga de Quito conseguiu a duras penas vencer por 1-0 o Athlético Paranaense, segunda melhor equipe da tabela da fase de grupos do atual torneio.

Djorkaeff Reasco, aos 87 minutos de jogo, pulou ao campo para anotar o gol do triunfo.

O Furacão, campeão do torneio em 2018, receberá na próxima quinta-feira em Curitiba o ‘albo’ equatoriano na volta da série.

O vencedor confrontará nas semifinais o ganhador da série entre Peñarol e o peruano Sporting Cristal.

-Números do jogo-

  • Liga de Quito está em uma racha de 19 partidas sem empates jogando como local em competições CONMEBOL (15V 4D). Além disso, só empatou uma vez (2-2 x Defensor Sporting, Sudamericana 2017) em suas últimas 48 apresentações como local em competições internacionais (38V 9D).
  • Liga de Quito cortou uma racha de 3 derrotas consecutivas contra times brasileiros como local em competições CONMEBOL. Outrossim, o triunfo serviu também para cortar a racha de 3 vitórias do Athlético Paranaense contra rivais equatorianos.
  • Athlético Paranaense disputou 7 partidas contra equipes do Equador em competições CONMEBOL e só perdeu 2 (4V 1E): o anterior tinha sido contra Olmedo na CONMEBOL Libertadores de 2002.
  • Djorkaeff Reasco entrou aos 77 minutos: fez duas finalizações e marcou o gol da vitória. É o segundo jogo consecutivo onde marca nos minutos finais. No final de semana tinha igualado o jogo do Liga de Quito contra o Universidad Católica aos 90+1 minutos (2-2).
  • Liga de Quito realizou 20 finalizações, igualando seu máximo na temporada em competições CONMEBOL que tinha conseguido no jogo da fase de grupos da Libertadores contra o Unión La Calera. A equipe equatoriana tem em média 13.7 finalizações por jogo em sua participação entre ambas as competições.

 

-Com um a menos e nos acréscimos, Santos derrota Libertad 2-1-

Santos sofreu para derrotar o Libertad por 2-1, com um jogador a menos e nos acréscimos.

Sob uma chuva torrencial na Vila Belmiro, Carlos Sánchez (43, pênalti) e Barboza (90+3 gol contra) marcaram os gols do Peixe.

Os paraguaios tinham empatado aos 59′ com um gol do colombiano Daniel Bocanegra.

A volta será disputada no próximo 19 de agosto em Assunção.

O ganhador da série enfrentará o vencedor da chave entre Bragantino e Rosario Central.

-Números do jogo-

  • Santos continua sem perder de rivais paraguaios em competições CONMEBOL: em 13 partidas ganhou 8 e empatou 5. As 12 anteriores tinham sido na Copa Libertadores.
  • Santos somou sua quarta vitória consecutiva jogando como local em competições CONMEBOL, neste intervalo marcou 9 gols e só recebeu 1.
  • Santos só perdeu 1 dos últimos 8 jogos que disputou na CONMEBOL Sudamericana (4V 3E).
  • Santos dominou a posse (61.1% x 38.9%) apesar de ter jogado com um homem a menos em boa parte do segundo tempo. A equipe brasileira teve mais a bola que seu rival em 11 dos 13 jogos que disputou entre CONMEBOL Sudamericana e CONMEBOL Libertadores nesta temporada (58.7% de média).
  • Daniel Bocanegra, do Libertad, marcou o gol do empate em uma de suas duas finalizações no jogo. Com o gol desta noite, soma 2 gols na CONMEBOL Sudamericana e iguala a marca dos máximos artilheiros do Libertad nesta edição junto com Hugo Martínez, Héctor Villalba e Antonio Bareiro, com a particularidade que Bocanegra foi o jogador que menos finalizações (3) precisou para marcar estes dois gols.
  • Carlos Sanchez anotou seu quarto gol em 15 partidas disputadas no Santos entre competições CONMEBOL, Brasileirão e Copa do Brasil na atual temporada: 3 desses gols, incluindo o desta noite, foram de pênalti.

 

 

 

AFP/OPTA

Ultimas Noticias