Cree en grande.
CONMEBOL

Aucas implacável goleia Guayaquil City 3-0

Aucas implacável goleia Guayaquil City 3-0

O equatoriano Aucas goleou seu compatriota Guayaquil City por 3-0 como visitante no duelo de volta da primeira fase da CONMEBOL Sudamericana, que foi disputado nesta quinta-feira, e se classificou para a fase de grupos do torneio regional.

A série foi finalizada em cinco minutos. O goleador argentino Francisco Fydriszewzky aos 20' e o gol duplo de Luis Cano (22 e 26 minutos) permitiram a vitória do popular time 'auquista', denominado ídolo de Quito.

A chave foi definida rapidamente, com três gols em cinco minutos, onde o Aucas esteve implacável ao encarar o arco rival.

-Números do jogo-

  • Aucas só ganhou em uma das suas oito visitas ao estádio de Guayaquil City na Liga PRO: foi por 2-0 em setembro de 2018 (1V 2E 5D). Além disso, nunca conseguiu marcar mais de dois gols em condição de visitante em todas as competições.
  • Guayaquil City se despede de sua primeira participação em competições CONMEBOL com duas derrotas. Dos 15 representantes do Equador no certame, é o segundo eliminado em sua estreia perdendo as duas partidas (Aucas em 2002, o outro caso).
  • Aucas quebrou uma dupla racha com esta vitória: ganhou seu primeiro encontro como visitante na CONMEBOL Sudamericana (4D) e marcou gols pela primeira vez nessa condição (suas quatro derrotas foram sem marcar). Em competições CONMEBOL, só venceu fora de casa o Necaxa na Merconorte 2001 (3-1 sobre Necaxa, em setembro desse ano). Por outro lado, é a primeira vez que elimina outro equatoriano na CONMEBOL Sudamericana: perdeu em seus dois encontros anteriores.
  • Fernando Gaibor, do Guayaquil City, foi o jogador com mais passes de bola no jogo (81), com mais lances na área (4), e com mais tentativas de passes no campo contrário (41). Não obstante, também foi o que mais bolas perdeu (28; o segundo desta lista foi Ángelo Pizzorno, do Aucas, com 10).
  • Aucas só precisou de três chutes ao arco para marcar os três gols. É o primeiro time nesta CONMEBOL Sudamericana em marcar três gols com 100% de eficácia nas finalizações.

 

 

AFP/OPTA