NOTICIA DESTACADA

Se completan los clasificados a la otra ronda de la CONMEBOL Libertadores Futsal 2022
Se completan los clasificados a la otra ronda de la CONMEBOL Libertadores Futsal 2022
Absolut Sport é o Parceiro Oficial de Pacotes de Viagem das Finais da CONMEBOL Libertadores e CONMEBOL Sudamericana
Absolut Sport é o Parceiro Oficial de Pacotes de Viagem das Finais da CONMEBOL Libertadores e CONMEBOL Sudamericana
2ª Rodada: Primeiros classificados às quartas de final da CONMEBOL Libertadores Futsal
2ª Rodada: Primeiros classificados às quartas de final da CONMEBOL Libertadores Futsal

CONMEBOL faz história utilizando o VAR numa final de um campeonato feminino

nuevo_proyecto_-_2021-11-26t150753
  • Pela primeira vez, a CONMEBOL utilizou o Vídeo de Assistência Arbitral (VAR) na final da CONMEBOL Libertadores Feminina.
  • María Laura Fortunato, Mariana De Almeida, Daiana Milone e Salomé Di Iorio compartilharam suas experiências, em uma entrevista exclusiva com a CONMEBOL.com.

 

A Grande Final da CONMEBOL Libertadores Feminina 2021 marcou um fato histórico no futebol sul-americano, pois não só aconteceu pela primeira vez em uma cidade diferente de onde o torneio estava sendo realizado, mas também as árbitras do jogo contaram com a assistência do VAR, um acontecimento inédito nas competições femininas do continente.

María Laura Fortunato (Árbitra principal), Mariana De Almeida (Assistente), Daiana Milone (Assistente) e Salomé Di Iorio (VAR), foram as responsáveis de fazer justiça no jogo final da edição de 2021 do torneio de clubes feminino mais importante do continente, disputado por Independiente Santa Fe e o Corinthians, no Gran Parque Central de Montevidéu.

 

María Laura Fortunato foi a árbitra principal e, numa entrevista exclusiva para a CONMEBOL.com, analisou o que aquele desafio significou para ela: “Todo o grupo da arbitragem estava ansioso por esta final, foi algo magnífico. Todas queríamos estar presentes e, pessoalmente, gostei muito desde o momento em que fomos nomeadas para a entrega de medalhas. Nós, árbitras, também celebramos este tipo de acontecimento e estou muito feliz por poder ter participado”.

Não é a primeira vez que Fortunato está no comando de uma final da CONMEBOL Libertadores Feminina, tendo sido oficializada na Colômbia em 2015. Ao analisar como o desenvolvimento da disciplina mudou, manifestou: “No início, o futebol feminino carecia de um certo dinamismo e, ao longo dos anos, as jogadoras percorreram um longo caminho. Para a arbitragem, isto é muito importante para que ambas as disciplinas cresçam dia após dia”.

A argentina Salomé Di Iorio foi a responsável pelo VAR e realizou várias sessões de treino para poder utilizar o instrumento na final do torneio. “Foi uma enorme alegria, eu estava no primeiro curso que a CONMEBOL fez em 2019 e, para a maioria das mulheres, foi a nossa primeira participação, apesar de algumas delas terem já participado em torneios da FIFA. Fiquei muito feliz por ter a oportunidade de treinar e de ter o VAR incorporado na final não foi apenas uma grande alegria, mas também um enorme compromisso”, relatou.

Salomé, que também arbitrou na primeira final da CONMEBOL Libertadores Feminina, reivindicou a alegria que implicou estar a cargo desta ferramenta: “Acho que estava mais ansiosa e estressada dentro da cabine do que numa final no campo. No campo de jogo, você já vem fazendo e sabe bem o que vai fazer, o que poderá enfrentar. Por outro lado, na cabine há novas experiências, novas sensações e um protocolo muito rigoroso que é fundamental respeitar. Isto também significa que o compromisso é muito grande, pois ninguém quer falhar em nada depois desta grande oportunidade”.

Tanto Salomé Di Ioro quanto Laura Fortunato sublinharam como era importante para as suas carreiras essa oportunidade de participar desta final histórica, e celebraram o desenvolvimento e o crescimento do futebol feminino promovido pela CONMEBOL.

As mulheres no futebol sul-americano continuam crescendo a passos gigantescos e a procura de posicionar o esporte no topo do mundo continua mais presente do que nunca porque A Glória É Delas!

 

 

 

Texto: Cata Sarrabayrouse

Edição: CONMEBOL.com

Últimas Noticias