NOTICIA DESTACADA

Brasil e um passo fundamental para avançar às oitavas de final
Brasil e um passo fundamental para avançar às oitavas de final
Uruguai enfrenta Portugal na busca pela classificação
Uruguai enfrenta Portugal na busca pela classificação
Argentina bate México com gols de Messi e Fernández
Argentina bate México com gols de Messi e Fernández

Palmeiras sagra-se tricampeão da América!

pal-1

O Palmeiras foi coroado campeão da CONMEBOL Libertadores 2021 neste sábado, mantendo seu título de 2020 e conquistando seu terceiro troféu da Libertadores após derrotar o Flamengo por 2-1 na final no estádio Centenário de Montevidéu.

Após terminar 1-1 após 90 minutos, um gol de Deyverson no início da prorrogação (95 minutos) garantiu que a equipe do técnico português Abel Ferreira ganhasse a Libertadores pela segunda vez este ano, após vencer a final do torneio de 2020 em janeiro passado.

A festa começou com um show de Anitta, num espetáculo emocionante onde a artista combinou ritmo e dança na calorosa tarde uruguaia e na presença de quase 45.000 almas no lendário estádio.

 

O jogo foi muito aberto e acirrado, com chegadas rápidas de ambos os lados, levando a romper o zero precocemente.

O Verdão manteve a vantagem durante a maior parte da partida, após assumir a liderança com um gol de Raphael Veiga aos 5 minutos, até que o Flá empatou aos 72 minutos através de Gabigol.

Bem organizado na defesa, com grande solvência na marcação e aproveitando ao máximo suas chances de pontuar, o Palmeiras revalidou seu título e continua sendo o monarca do continente.

Com este tricampeonato, obtido após as conquistas de 1999 e 2020, o alviverde iguala com o São Paulo, Grêmio e Santos como os times brasileiros com mais títulos na CONMEBOL Libertadores.

Ferreira, o condutor do Verdão, tornou-se o primeiro técnico europeu a ser bicampeão da Libertadores e seu onze, o primeiro em erguer duas vezes consecutivas esta competição desde do Boca Juniors em 2000 e 2001.

 

 

 

– Números da partida –

  • Palmeiras conquistou seu terceiro título da CONMEBOL Libertadores na história. O Verdão é uma das equipes brasileiras com mais títulos na história do torneio, juntamente com Santos, São Paulo e Grêmio.
  • Palmeiras ganhou dois títulos consecutivos da CONMEBOL Libertadores. Apenas duas equipes o fizeram desde 1979: São Paulo em 1992 e 1993, e o Boca Juniors em 2000 e 2001.
  • Abel Ferreira é o segundo treinador com mais vitórias da CONMEBOL Libertadores para o Palmeiras (14). O português está apenas atrás de Felipão (24), mas comandou 24 jogos a menos que o treinador brasileiro (44 vs. 20).
  • Abel Ferreira disputou 11 jogos da CONMEBOL Libertadores como visitante ou em estádios neutros e não perdeu nenhum (8V 3E).
  • Os três últimos treinadores campeões da CONMEBOL Libertadores são portugueses: Jorge Jesus (2019) e Abel Ferreira (2020 e 2021). O não europeu anterior em levantar o título foi o argentino Marcelo Gallardo em 2018.
  • Foi a primeira partida do Flamengo na CONMEBOL Libertadores em que Gabigol marcou um gol e o Mengão perdeu: nas 14 partidas anteriores em que o atacante havia marcado, sua equipe venceu (11V 3E 1D).
  • Foi a primeira derrota do Flamengo em 13 jogos nesta edição da CONMEBOL Libertadores (9V 3E). O time rubronegro havia ficado para trás em três partidas antes da final (contra Velez, Union La Calera e Liga de Quito, todos na fase de grupos), mas sempre tinha conseguido marcar (1V 2E).
  • O gol de Raphael Veiga, anotado aos 4:58 minutos da partida, é o mais rápido em uma final da Libertadores desde 2008, quando Claudio Bieler marcou para a Liga de Quito contra o Fluminense aos dois minutos.
  • Gabigol do Flamengo encerra sua campanha nesta edição da CONMEBOL Libertadores como artilheiro da competição: 11 gols em 13 jogos, convertendo 26,8% de seus 41 chutes. Além disso, o atacante deu quatro assistências e gerou 18 chances (passes para os chutes de seus colegas de equipe).
  • Deyverson do Palmeiras é o primeiro jogador a marcar um gol no primeiro tempo da prorrogação em uma final da CONMEBOL Libertadores, e o sétimo a marcar na prorrogação de uma partida decisiva.
  • Zé Rafael do Palmeiras fez 12 recuperações – foi o jogo com suas maiores recuperações de todas as competições desde que joga no Palmeiras.

 

 

 

 

CONMEBOL.com / AFP / OPTA

Últimas Noticias