Cree en grande.
CONMEBOL

Bolívia tentará surpreender a Argentina em Cuiabá

Bolívia tentará surpreender a Argentina em Cuiabá

Bolívia, que já está eliminada, irá encarar sua última batalha nesta segunda-feira na CONMEBOL Copa América Brasil-2021, um duelo contra a Argentina de Messi em um encerramento sem surpresas à espera das quartas de final.

'La Verde' sonha com poder machucar a Alviceleste em Cuiabá, uma titânica tarefa que em 15 jogos históricos da CONMEOL Copa América entre ambas as seleções só em duas oportunidades (1963 e 1979, em La Paz) conseguiu cumprir, enquanto a Argentina saiu vitoriosa 11 vezes.

Messi foi confirmado entre os titulares, passando a ser, nesta segunda-feira, o jogador com mais partidas internacionais da Alviceleste, chegando a 148.

-Dados-

Estádio: Arena Pantanal de Cuiabá

Hora: 20:00 horário local (00:00 GMT).

Árbitro: Andrés Rojas (COL).

-Antecedentes-

  • O jogo entre a Bolívia e a Argentina será o décimo na CONMEBOL Copa América disputada em terrenos neutrais. Argentina está invicto contra seu rival nessa condição no certame (9V 1E). As únicas duas vezes que Bolívia superou a Argentina no torneio foi sendo anfitrião (1963 e 1979).
  • Lionel Scaloni, treinador da Argentina, tem um invicto de 16 partidas em todas as competições, sendo este seu intervalo mais longo sem derrotas (9V 7E). Não perde desde o 0-2 contra o Brasil, na semifinal da CONMEBOL Copa América 2019.
  • Após 5 partidas sem derrotas na CONMEBOL Copa América como treinador da Venezuela, César Farías, técnico da Bolívia, está em uma racha de 4 derrotas: uma no comando da Venezuela (semifinal 2011, x Peru) e outras três com sua atual equipe, todas nesta edição do torneio.
  • Entre os goleiros que disputaram mais de uma partida na atual edição da CONMEBOL Copa América, nenhum defendeu mais disparos que Carlos Lampe da Bolívia (8).
  • Adlém de ter marcado 100% dos seus gols no primeiro tempo nos jogos (3, líder junto com Equador), Argentina é a seleção que marcou nos primeiros 15 minutos dos encontros (2).

 

 

 

 

AFP/OPTA