Cree en grande.
CONMEBOL

Brasil derrota Chile e parte às semifinais

Brasil derrota Chile e parte às semifinais

Com um jogador a menos durante todo o segundo tempo, Brasil se classificou para as semifinais da CONMEBOL Copa América 2021 ao derrotar o Chile por 1-0 nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, e confrontará o Peru pela vaga na grande final no Maracanã.

Logo que entrou no campo, o meio-campista Lucas Paquetá deu a vitória para a Seleção com um gol aos 47 minutos, onde fez tabela com Neymar e passou por cima do capitão chileno Claudio Bravo.

A anotação foi um prêmio à eficácia dos anfitriões no estádio Olímpico Nilton Santos.

Os chilenos não conseguiram empatar apesar de Gabriel Jesus ter sido expulso no minuto 48 por um chute no peito do lateral Eugenio Mena.

Brasil confrontará o Peru na segunda-feira no Rio de Janeiro, voltando a viver a experiência da final da edição 2019 do torneio de seleções mais antigo do mundo, vencido pelos brasileiros.

Os incas venceram o Paraguai nos pênaltis (4-3) no jogo anterior disputado em Goiânia.

-Números do jogo-

  • Brasil venceu os últimos 5 encontros contra o Chile na CONMEBOL Copa América. Neste intervalo, os brasileiros marcaram 12 gols e só receberam 1. Além disso, em terreno brasileiro, Brasil continua invicto contra chilenos no torneio (3V 1E).
  • Brasil não conseguiu marcar gol no Chile em somente 1 dos 22 jogos que disputaram na CONMEBOL Copa América (17V 2E 3D): foi na maior goleada chilena sobre o Brasil (4-0 na edição de 1987).
  • Brasil não recebeu gols em 41 (37V 4E) das 59 partidas (44V 11E 4D) na Era de Tite em todas as competições.
  • Chile chutou 5 vezes ao gol do Brasil. Foi o jogo, com Tite como treinador na CONMEBOL Copa América, que o Brasil recebeu mais chutes a gol. Com Tite no banco, nunca chegou a receber mais de 3 disparos entre as três traves no torneio.
  • Neymar é o segundo jogador com mais dribles na CONMEBOL Copa América 2021 (21 em 4 jogos, Messi tem 22 na mesma quantidade de jogos) e é quem mais recebeu faltas na atual edição do torneio (21).

 

 

 

 

AFP/OPTA