Cree en grande.
CONMEBOL

Com destaque de Bruno Henrique, Flamengo avança na série

Com destaque de Bruno Henrique, Flamengo avança na série

Dois gols de Bruno Henrique sobre o Barcelona do Equador nesta quarta-feira no Maracanã, na semifinal de ida da CONMEBOL Libertadores, dão ao Flamengo o sonho de disputar pelo título do principal torneio de clubes do continente.

O atacante de 30 anos chegou a 4 gols na edição de 2021 da competição ao coroar duas jogadas (22’, 38’) onde o artilheiro Gabriel Barbosa 'Gabigol' foi vital para desarmar a defesa da equipe de Guayaquil no Maracanã, onde entraram 35.000 pessoas, quase a metade de sua capacidade.

O bicampeão brasileiro, dirigido por Renato Portaluppi, deu um grande passo para buscar sua terceira Libertadores, após as alcançadas em 1981 e 2019, contra um time que o enfrentou sem complicações apesar de disputar o segundo tempo com um jogador a menos pela expulsão do meio-campista Nixon Molina (45+2).

O ‘Ídolo Astillero’ até poderia ter se adiantado no placar, porém, entre as intervenções de Diego Alves e sua imperícia ofensiva, não conseguiu um melhor resultado em sua visita.

Ambas as equipes se reencontrarão na próxima quarta-feira em Guayaquil. O vencedor da série confrontará na final o ganhador da chave brasileira entre Palmeiras e Atlético Mineiro, que empataram 0-0 na ida na terça-feira em São Paulo.

- Números do jogo -

  • Flamengo não perdeu seus últimos 16 jogos na CONMEBOL Libertadores (11V 5E). É a segunda maior racha invicta na história do torneio, junto com a do Corinthians entre 2012 e 2013 (9V 7E), e um a menos que a do Sporting Cristal entre 1962 e 1969 (8V 9E)
  • Flamengo ganhou suas últimas 5 partidas na CONMEBOL Libertadores. É sua segunda maior racha de vitórias consecutivas na história do torneio, igualando a de 2007 e um a menos que as 6 de 1981.
  • Renato Gaúcho empatou com Gabriel Ochoa Uribe como o treinador com mais vitórias na história da CONMEBOL Libertadores (49).
  • Bruno Henrique é o segundo jogador com mais participações de gols nas últimas 5 edições da CONMEBOL Libertadores (16 gols + 11 assistências), só um a menos que Gabi (28, 22 gols + 6 assistências).
  • Barcelona realizou 5 chutes a gol na derrota contra o Flamengo. Foi a primeira vez, desde maio de 2017 (7 no 0-3 x Estudiantes de La Palta), que Barcelona realizou pelo menos 5 chutes a gol sem conseguir marcar em um encontro da CONMEBOL Libertadores.

 

 

OPTA / AFP