Cree en grande.
CONMEBOL

Conselho da CONMEBOL analisa a logística da vacinação

×

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: und em eval() (linha 1 de /data/www.conmebol.com/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_argument_default_php.inc(66) : eval()'d code).
Conselho da CONMEBOL analisa a logística da vacinação
  • Após um reconhecimento à gestão do presidente Alejandro Domínguez, o Conselho da CONMEBOL dispôs que seja dado início o trabalho de organização e logística da vacinação.
  • A CONMEBOL receberá, proximamente, a doação de 50.000 doses da vacina contra a COVID-19 por parte da empresa farmacêutica chinesa Sinovac Biotech.

A CONMEBOL irá dispor, proximamente, de um importante lote de vacinas para proteger jogadores, árbitros, técnicos e outros membros do entorno do futebol profissional, graças à doação de 50.000 doses por parte da empresa farmacêutica chinesa Sinovac Biotech. Esta conquista foi valorizada pelos membros do Conselho da CONMEBOL durante uma reunião realizada de forma virtual.

O presidente Domínguez agradeceu a colaboração do presidente da AUF, Ignacio Alonso, e a ajuda do presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, e de seus colaboradores, por esta conquista que permitirá aumentar a segurança nos torneios sul-americanos.

A vacinação impulsionada pela CONMEBOL alcançará cerca de 25.000 pessoas e estará enfocada nas equipes principais do futebol profissional de primeira categoria dos 10 países. O presidente Domínguez enfatizou que a vacina não substitui os protocolos sanitários que estão sendo aplicados mas representa uma barreira adicional contra o avanço do vírus no âmbito do futebol sul-americano.

O Conselho da CONMEBOL dispôs que começassem os trabalhos de organização e logística da operação de imunização, de modo que seja iniciada assim que chegarem as vacinas, previstas para o mês de maio. Para isso será conformada uma comissão ad hoc com representantes de todas as Associações Membro que será responsável por ajustar os aspectos jurídicos, administrativos, técnicos e médicos do processo de vacinação.

 

 

 

CONMEBOL.com