Cree en grande.
CONMEBOL

Metropolitanos da Venezuela parte à Fase de Grupos

Metropolitanos da Venezuela parte à Fase de Grupos

O clube venezuelano Metropolitanos se classificou nesta quinta-feira para a fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana 2021, após vencer a Academia Puerto Cabello por 0-1, no jogo de volta da primeira rodada do torneio.

O atacante Marco Bustillo marcou o único gol aos 28 minutos da partida disputada em Valência (Carabobo, centro), a cerca de duas horas de Caracas.

Los Violetas ficam com a segunda vaga na próxima fase do torneio internacional após o Aragua FC derrotar o Mineros de Guayana no dia de ontem.

Ambas as equipes vão descobrir seus adversários no sorteio desta sexta-feira.

 

-Números do jogo-

  • Com a derrota em casa da Academia Puerto Cabello, as equipes da Venezuela alcançaram sua 39ª derrota em casa na CONMEBOL Sudamericana. Os representantes venezuelanos têm o maior percentual de derrotas em casa entre todos os representantes da CONMEBOL no certame (45%).
  • Times venezuelanos têm 39 derrotas em jogos de ida nas edições passadas da CONMEBOL Sudamericana. Apenas dois dos classificados para a próxima fase (Caracas na segunda fase em 2019 e Deportivo Anzoátegui na primeira fase em 2011). Academia Puerto Cabello tentará ser a terceira.  
  • Metropolitanos é a sexta equipe venezuelana a passar da primeira rodada da CONMEBOL Sudamericana em sua estreia. Além disso, faz 15 anos desde que uma equipe venezuelana fez sua estreia na competição sem passar da primeira rodada, vencendo ambas as partidas. A última vez foi Trujillanos, em 2005.
  • Nenhum jogador do Metropolitanos fez mais de 20 passes corretos: o passe mais bem sucedido foi Abraham Bahachille, com 18 passes em 27 tentativas e uma porcentagem de sucesso de 69,2%. Na verdade, três dos cinco jogadores que completaram 180 minutos nesta CONMEBOL Sudamericana e deram menos passes bem-sucedidos são do Metropolitanos: Steven Pavon (19), Nestor Cova (22) e Andres Ferro (27).
  • Academia Puerto Cabelllo teve mais posse de bola que seu rival (65% x 35%), tentou mais passes (438 x 246) e teve maior eficiência de passes (79,7% x 63,8%). Entretanto, eles concentraram sua posse de bola em sua linha defensiva: quatro dos cinco jogadores com mais tentativas de passes são seus defensores J. Medina (com 54 tentativas de passes), H. Noguera (47), K. De La Hoz (46) e S. Gomez (38).
  • Estreia e despedida da Academia Puerto Cabello em competições da CONMEBOL. A primeira experiência continental da equipe fundada em 2011 termina com duas derrotas no mesmo número de apresentações.  Academia Puerto Cabello dominou a posse de bola na série com os Metropolitanos (60,3% x 39,7%), gerou 14 chances e chutou 24 vezes (5 a gol) entre as duas partidas, mas não conseguiu marcar.

 

 

 

 

AFP/OPTA