Página inicio CONMEBOL

NOTICIA DESTACADA

Liga de Quito sai na frente no jogo de ida
Liga de Quito sai na frente no jogo de ida
Brasil é semifinalista no Mundial de Beach Soccer
Brasil é semifinalista no Mundial de Beach Soccer
Colômbia e Brasil vencem na 1ª rodada da W Gold Cup
Colômbia e Brasil vencem na 1ª rodada da W Gold Cup

A história de Marcelo Gallardo no River Plate



  • O “Muñeco” Gallardo foi campeão da CONMEBOL Libertadores com o River Plate, uma vez como jogador e duas vezes como técnico.

  • Em 18 de janeiro de 2024, Marcelo Gallardo comemora seu 48º aniversário.


Nascido no clube de Buenos Aires e um de seus maiores ídolos, Marcelo “Muñeco” Gallardo, levou o River Plate ao topo do continente, primeiro dos gramados como jogador, vestindo a camisa 10 da faixa vermelha, depois do banco, como diretor técnico e de terno, onde se tornou um dos técnicos mais bem-sucedidos da história do “millonario”.

Gallardo se formou e jogou no River durante três períodos (1992-2000, 2003-2006 e 2009-2010). Ganhou seis campeonatos argentinos, uma CONMEBOL Libertadores em 1996 e uma Supercopa Sul-Americana em 1997.

Como jogador, ele foi um habilidoso meio-campista, que disputou mais de 200 partidas pelo River, antes de se mudar para a França, onde jogou no Mônaco por quatro temporadas e uma no Paris Saint-Germain, enquanto continuou por alguns meses no DC United da MLS americana e se aposentou no Nacional do Uruguai, onde também começou sua etapa como DT.

Em sua estreia como técnico, o “Muñeco” conquistou seu primeiro título no comando do Nacional, antes de cruzar o Rio da Prata para dirigir o River, onde obteve conquistas inigualáveis.

Como técnico, ele assumiu o comando de seu amado clube em junho de 2014 e provocou uma revolução no futebol que deu seus primeiros frutos quando conquistou a CONMEBOL Sudamericana no mesmo ano, o primeiro título internacional do River após uma seca de 17 anos.

Desde então, ele e o River conquistaram sete títulos internacionais e sete nacionais, incluindo duas CONMEBOL Libertadores em 2015 e 2018, três CONMEBOL Recopa em 2015, 2016 e 2019, uma CONMEBOL Sudamericana em 2014, uma Copa Suruga Bank em 2015, três Copas Argentinas nas temporadas 2015-16, 2016-17 e 2018-19, três Supercopas Argentinas em 2017, 2019 e 2021 e uma Liga Profissional em 2021.

A torcida “millonaria”, que em 2011 sofreu um rebaixamento para a segunda divisão, onde permaneceu por um ano, se lembrará da era de Gallardo também por ter vencido o Boca Juniors, seu arquirrival clássico, na final da CONMEBOL Libertadores de 2018 no estádio Bernabeu, em Madri.

O “Muñeco” devolveu ao River um lugar de privilégio em nível internacional, o mais importante da história do clube.



CONMEBOL.com / AFP

Ultimas Noticias